Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Com o melhor elenco dos últimos anos, Floripa Futsal sonha alto

Clube estreia neste sábado, contra o Joinville, pela Divisão Especial do Campeonato Catarinense

Daniel Silva
Florianópolis

A temporada para o Floripa Futsal começa oficialmente neste sábado, no clássico contra o JEC/Krona, no Rozendo Lima, às 11h. Com o elenco mais forte dos últimos anos, a equipe tenta repetir 2009 e 2011, quando se classificou para as semifinais da Liga Nacional.

Sob o comando de Vandré da Costa, que conta com três ex-jogadores na retaguarda, Ney (preparador de goleiros), Renatinho (supervisor) e Antônio (superintendente), o time da Capital também busca o seu primeiro título Estadual. Para isso, o presidente Valci Moreira trouxe de volta atletas como Djony, Hugo e Erverson, renovou com os principais valores, e acertou com os experientes Renan Fuzo e Guina, ambos do Orlândia-SP.

Bruno Ropelato/ND
Vandré da Costa está na sua segunda passagem pelo Floripa Futsal


Moreira revelou que por pouco o Floripa não contratou Simi, veterano que acabou fechando com Sorocaba, time do craque Falcão. Satisfeito com o grupo que montou, o presidente acredita em um ano diferente.

“O time está com uma bagagem que não tinha no ano passado. Tentamos o Simi, mas eles têm mais bala na agulha e levaram. Também temos uma comissão mais encorpada. Fiz de tudo para colocar o Totonho (Quixadá) como auxiliar do Vandré, para dar essa experiência. Faltou isso para o nosso treinador (Egídio). Ele estava muito sozinho, foi a primeira liga dele”, disse. 

Surpreso pelo retorno ao Floripa Futsal, equipe que trabalhou entre 2012 e 2013, Vandré da Costa, que assumiu o time em novembro do ano passado, para a disputa dos Jogos Abertos de Santa Catarina, disse que o nivelamento da Liga também faz com que o técnico possa sonhar com voos mais altos.

“Fiquei orgulhoso pelos meus chefes serem meus ex-atletas. Temos totais condições de fazer um ano diferente dos últimos. Sabemos do potencial das outras equipes, mas a Liga Futsal está equilibrada pelas dificuldades financeiras. Os jogadores se dividiram nos principais clubes. Acima de nós tem uns três ou quatro. Acredito no trabalho”, comentou. 

Amor à camisa 

Após 15 anos defendendo profissionalmente Florianópolis, o fixo Antônio deixou a quadra pelo escritório. Braço-direito de Moreira, o agora superintendente se achou na nova função. Mas engana-se quem pensa que o dirigente ficará distante dos seus ex-companheiros. Antônio contou ao Notícias do Dia a sua missão. “

O Moreira tinha a ideia que eu fosse treinador, mas ele precisava de mim em outra função e, desde que comecei a trabalhar, estou motivado. Pretendo passar a responsabilidade que é vestir essa camisa”, afirmou. 

Bruno Ropelato/ND
Erverson foi o vice-artilheiro da Liga Futsal de 2014


O retorno do pivô Erverson fala muito sobre o bom ambiente no Floripa Futsal. Na sua terceira passagem pelo clube, o vice-artilheiro da Liga Nacional de 2014 (fez 17 gols) exaltou o espírito guerreiro da equipe e a amizade fora das quadras. Matador, o jogador espera fazer 30 gols na temporada.

“É a equipe que mais vezes defendi. Volto com outro pensamento, minha experiência será importante. Quem entra aqui encarna o espírito de que não tem bola perdida, se cobra muito dentro de quadra e é amigo fora dela”, salientou.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade