Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Com jogadores de cabeça quente, Floripa Futsal perde na Liga Nacional

Briga pelo oitavo lugar ficou para a última rodada, no dia 26, contra Carlos Barbosa-RS, fora de casa

Daniel Silva
Florianópolis

A pressão por buscar o oitavo lugar na Liga Nacional alterou os ânimos dos atletas do Floripa Futsal. Após a derrota de 1 a 0 para o Guarapuava-PR, no Rozendo Lima, na noite desta segunda-feira, o goleiro Djony e o fixo Jedson discutiram na quadra do ginásio e precisaram ser contidos pelos companheiros. O resultado manteve em nono colocado o clube da Capital, que busca o 8º lugar para jogar a segunda partida das oitavas de final em casa. Na última rodada, o Floripa enfrenta o Carlos Barbosa-RS, no dia 26, no Rio Grande do Sul. 

Flávio Tin/ND
Goleiro Djony discutiu com o fixo Jedson no fim da partida


O time comandado por Banana, que também treinou o Floripa, abriu o placar com dois minutos de bola rolando. O Guarapuava aproveitou o erro na saída de bola e Daniel Feitosa marcou o seu 12º gol na Liga Futsal. Para o técnico Antônio Mafra, a ansiedade prejudicou o time da casa. “Acabamos entregando no ímpeto de querer sair tabelando. Nossa equipe esteve muito ansiosa, os jogadores querendo fazer as coisas de qualquer jeito. Pecamos nas conclusões, coisa recorrente nossa”, disse. 

Mafra também comentou sobre a discussão entre os jogadores do Floripa Futsal. “Não pode confundir vontade e garra com loucura. Faltou um pouco de tolerância de um companheiro com o outro. Temos que nos respeitar como profissionais, e saber separar as coisas. O grupo é bom, trabalhador, temos um ambiente excelente. Todo mundo queria essa vitória”, comentou. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade