Publicidade
Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 22º C

Cercado de muito mistério, Avaí encara a Ponte Preta, em São Paulo, no fechamento do turno

Técnico Geninho esconde o time e a formação que entrará em campo às 19h, na Fonte Luminosa

Diogo de Souza
Florianópolis
03/08/2018 às 21H46

O Avaí entra em campo neste sábado (4), às 19h, contra a Ponte Preta, em jogo válido pela última rodada do 1º turno da Série B. Apesar da importância do confronto, o assunto que tomou conta ao longo da semana diz respeito ao principal atleta do clube no ano: o lateral Guga. Destaque do Leão na temporada chamou atenção de equipes do Brasil e da Europa e sua permanência parece cada vez mais difícil.

Geninho e cia já estão em São Paulo, onde jogam na Fonte Luminosa, em Araraquara (SP). Guga, titular absoluto da posição está com o grupo e, não só vai jogar como é uma das apostas da equipe em nome de um  resultado positivo.

O comandante azurra, no entanto, já admite perder o atleta a qualquer momento. Em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta (3), Geninho revelou que o clube já busca uma reposição.

“Fora ser um excelente jogador, Guga tem uma cabeça muito boa, principalmente por ser jovem. Ele fatalmente vai sair, vai jogar em outros clubes, vai ficar rico porque ele saber o que quer. E ele sabe que precisa manter o ritmo, mas fatalmente, uma hora ele vai. Nós já estamos no mercado catando uma reposição”, adiantou o técnico.

Um dos desafios trazidos pelo treinador está no calendário. O Leão joga contra a Ponte Preta e, já na terça (7), abre o returno da Série B dentro da Ressacada, contra o Vila Nova. O técnico já está pensando em utilizar o grupo de uma maneira que não interfira completamente para o jogo da sequência.

Mistério começa na formatação da equipe

Geninho teve cinco treinos na semana, abriu três e fechou dois. Dois deles, ao menos, foram experimentados com o time no 4-4-2. O time de vai a campo, no entanto, pode ser o mais próximo do que vem sendo utilizado e luta junto ao bloco da frente. O mistério será desfeito minutos antes da bola rolar, no entanto.

Já no lado da Ponte Preta, que antes dos jogos da noite de sexta-feira ocupava a 10ª colocação, a condição também é de mistério. Além de fechar os dois últimos trabalhos, o técnico João Brigatti ganhou mais duas opções para compor o time: os recém-contratados Nicolas, lateral-esquerdo e Hyuri, atacante.

Avaí treinou na manhã desta quinta (11), antes do jogo contra o Londrina - André Palma Ribeiro/Avaí FC/divulgação
Treino do Avaí - André Palma Ribeiro/Avaí FC/divulgação



Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade