Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Cavani se vinga pela Champions e elimina Cristiano Ronaldo da Copa

Há menos de quatro meses, o português dava show na classificação do Real Madrid sobre o PSG pelas oitavas de final do torneio europeu; neste sábado, uruguaio teve noite de herói

LANCE!
São Paulo (SP)

 Uruguai x Portugal  -  (Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP)
Uruguai x Portugal - (Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP)


"Sorte do c...", disse Cristiano Ronaldo, soltando o palavrão, logo depois da cabeçada de Cavani que abriu o placar em Sochi, aos seis minutos de jogo, neste sábado. Mas o uruguaio voltou a ter "sorte" aos 16 minutos do segundo tempo, com um golaço, sentenciou a vitória sul-americana por 2 a 1, eliminou Portugal nas oitavas de final da Copa do Mundo e se vingou da frustração que sofreu há menos de quatro meses na Liga dos Campeões da Europa.

Também nas oitavas de final do principal torneio europeu interclubes, o Real Madrid de CR7 pôs fim ao sonho do primeiro título do Paris Saint-Germain na competição - assim como Portugal buscava sua primeira conquista de Copa do Mundo na Rússia. O atual dono do título de melhor do planeta fez dois na vitória do time espanhol por 3 a 1 na ida, em Madri, e outro no 2 a 1 da volta, em Paris, em 6 de março, quando Cavani marcou o seu único no confronto.

Nesta noite, porém, o jogo era de Cavani. Enquanto Cristiano Ronaldo tentava encontrar uma maneira de tabelar e buscar espaço no sistema defensivo uruguaio, o camisa 21 celeste inverteu uma bola para Suárez aos seis minutos e invadiu a área, sem ser incomodado por Raphael Guerreiro para se jogar no alto e enfiar o rosto na bola, desviando-a para as redes.

CR7 reagiu apontando sorte e, na sequência, batendo palmas como um incentivo aos companheiros, dizendo que o time jogava bem. Uma ilusão. Tal como todas as suas tentativas de levar perigo a Muslera. Óscar Tabárez repetiu a estratégia do Irã, tirando o capitão luso da área e, quando ele estava lá, nenhum dos cruzamentos passava por Godín e Giménez. Quando teve chance, o atacante acertou a barreira, em cobrança de falta.

O capitão português, então, tentou usar sua fama para ser coadjuvante, puxando a marcação, na esperança de que abrisse espaço para algum companheiro. Foi assim que Pepe esteve livre para empatar, de cabeça, depois de cobrança de escanteio, aos nove do segundo tempo. Mas Cristiano Ronaldo pouco fez além disso.

De longe, o craque do Real Madrid viu Cavani virar herói, batendo de primeira na bola que recebeu de Bentancur e, esquecido por Ricardo Pereira, fazer um golaço, aos 16 minutos do segundo tempo. Mais uma vez, Cristiano Ronaldo balançou os braços, buscando incentivar os companheiros.

Com a esperança de levar Portugal à frente, CR7 viu Cavani cair, com as mãos na panturrilha esquerda, e o ajudou a sair de campo. Mas nem assim houve espaço para o herói português se destacar. Foi facilmente desarmado por Vecino, nos últimos minutos, e, nos acréscimos, exagerou na reclamação com o árbitro e ainda levou cartão amarelo, que o deixaria suspenso caso os lusitanos passassem para as quartas de final.

No apito final, não restou nada além de Cristiano Ronaldo cumprimentar um a um seus companheiros. Enquanto Cavani saudava os torcedores, alguns carregando uma imagem do atacante do PSG para venerá-lo, e até chorar ao dar entrevista. A vingança estava completa. E o Uruguai, nas quartas de final.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade