Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Catarinenses tentam trilhar caminho de Guga em torneio que dá vaga para Roland Garros

Rendez-Vous à Roland Garros será disputado pela primeira vez em Florianópolis, entre quinta-feira e sábado, nas quadras de saibro do LIC

Matheus Joffre
Florianópolis
09/03/2017 às 10H29

Passavam das 21h de terça-feira quando o catarinense de Tijucas Leonardo Frederico, 17, recebeu o telefonema com a confirmação do wildcard para a terceira edição do Rendez-Vous à Roland Garros, que será disputado pela primeira vez em Florianópolis, entre quinta-feira (9) e sábado, nas quadras de saibro do LIC (Lagoa Iate Clube). Foi apenas o tempo do tenista fazer as malas, e viajar os quase 50 quilômetros de distância entre sua cidade natal e a Capital para fazer o check-in por volta da meia-noite no hotel Maria do Mar, no João Paulo – base dos 32 atletas que competirão no torneio (16 no masculino e 16 no feminino).

Leonardo ganhou o wildcard de última hora e espera aproveitar a oportunidade - Marco Santiago/ND
Leonardo ganhou o wildcard de última hora e espera aproveitar a oportunidade - Marco Santiago/ND



A bagagem com uma raquete a menos não será um problema para Leonardo. Ele quebrou uma das três que tem no último fim de semana em uma seletiva nacional no próprio LIC e irá emprestar uma raquete de um amigo de Floripa. Ele mesmo fará o encordoamento. Pequenos perrengues que valem o esforço para tentar jogar no mesmo piso que consagrou o manezinho Gustavo Kuerten pela primeira vez 20 anos atrás. Os campeões do Rendez-Vous à Roland Garros, masculino e feminino, disputarão uma vaga na chave principal do Grand Slam francês juvenil com os vencedores do torneio na China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Índia e Japão.

“Eu fiquei muito feliz com o convite. Foi tudo muito em cima da hora. Cheguei da academia, o telefone tocou e falaram que eu tinha recebido o convite. Eu não esperava. É um torneio grande, que pode dar vaga para disputar Roland Garros, e o que me motiva ainda mais é que o Guga foi campeão há 20 anos”, contou o tenista que treina na ADK Tennis, em Itajaí. “Eu joguei aqui semana passada, conheço bem o saibro do LIC, é o meu tipo de piso favorito. Meus pais vão vir me ver, meus amigos também, então acho que vai ter uma atmosfera bem legal”, ressaltou.

Falta de patrocínio e lesão foram obstáculos no caminho de tenista

Assim como Dona Alice Kuerten, que saía batendo de porta em porta atrás de patrocínio quando Guga ainda era juvenil, a mãe de Leonardo, a dona de casa Jaqueline, foi uma das responsáveis pelo filho não desistir do sonho. Em 2014, o tenista ficou sem patrocínio e quase não viajou para competições. Hoje, ele conta com o patrocínio do supermercado Koch e com o apoio da Univali e da Fundação Municipal de Esportes Tijucas.

Mas o maior obstáculo de Leonardo foi a cirurgia no joelho na metade de 2015. “Foi um período que eu amadureci muito como atleta. Fiquei seis meses parado e quando voltei, em 2016, perdia para meninos que eu nunca perdia antes. Perdi com um duplo 6/0 para um menino que eu nunca tinha perdido. Continuei treinando e duas semanas depois ganhei um infanto-juvenil, um estadual classes, fui campeão brasileiro e vice-campeão da Copa Santa Catarina, em sequência”, lembrou.

Ao todo são 32 tenistas, 16 no masculino e 16 no feminino  - Flávio Tin/ND
Ao todo são 32 tenistas, 16 no masculino e 16 no feminino - Flávio Tin/ND



 Mais catarinenses nas quadras

Além de Leonardo, três outros atletas federados por Santa Catarina disputarão o Rendez-Vous à Roland Garro: a joinvilense Paola Campigotto, que também entrou com o wildcard, o filho de equatorianos Mateo Reyes, de Itajaí, e a tocantinense Gabriela Azambuja, que há um ano mudou-se para Itajaí para treinar no mesmo centro de Leonardo e Mateo.

"Eu sempre trabalhei bastante, disputando torneio, adquiri muitos resultados importantes, consegui me tornar a número 1 do ranking no Brasil e isso requer horas extra de trabalho e treinamentos melhores. E a ADK Tennis é um excelente clube, eles trabalham não só a parte técnica dentro da quadra, mas também o lado da pessoa em si, em ter humildade, ser guerreiro", afirmou Gabriela, que foi campeã da seletiva nacional no último fim de semana, no próprio LIC. Em Santa Catarina, Gabriela também conseguiu apoios importantes para a transição do juvenil para o profissional.  "Consegui o patrocínio do Instituto Sabin e recentemente da marca de roupa Just Line, que tenho usado nos torneios. Esses apoios são importantes para essa fase da nossa carreira", ressaltou a tenista de 17 anos.

Paola é uma das caçulas do torneio, tem 15 anos, mas não teme encarar as meninas mais velhas. A tenista treina na Arena Opa Bier, em Joinville, mas representa Criciúma nas competições estaduais, como Joguinhos, Olesc e JASC (Jogos Abertos de Santa Catarina). "É uma chance que pode ser que eu não tenha de novo. Sou uma das mais novas do torneio, então a ideia é pegar experiência. Nos meus dois últimos torneios, no Banana [Bowl] e no Gerdau, eu furei o quali, entrei na chave principal e perdi para as cabeças de chave 1 e 2, respectivamente", contou a joinvilense que tem o apoio da Federação Nacional das ABBS, da Construtora Daxo e da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma.

Gabriela Azambuja trocou Palmas pelo centro de treinamento de Itajaí e já colhe resultados - Marco Santiago/ND
Gabriela Azambuja trocou Palmas pelo centro de treinamento de Itajaí e já colhe resultados - Marco Santiago/ND



Conexão Floripa - Paris

A coletiva de apresentação do Rendez-Vous à Roland Garros, que também definiu o chaveamento do torneio, teve a presença do novo presidente da CBT (Confederação Brasileira de Tênis), Rafael Westrupp, da vice-presidente da Federação Francesa de Tênis, Patricia Froissart, além de autoridades locais e representantes de patrocinadores.

Westrupp destacou a boa relação entre os dois países, que assinaram um acordo de cooperação no tênis em 2015, e lembrou da primeira conquista de Guga no Grand Slam francês, em 1997. “A vinda do Rendez-Vous para Florianópolis tem toda a parte institucional envolvida com a relação entre a Confederação e a Federação Francesa e a ponte simbólica construída entre Florianópolis e Paris pelo Guga há 20 anos”, afirmou.

A dirigente francesa ressaltou o sucesso dos brasileiros que conseguiram chegar à Roland Garros nas duas edições anteriores e também mencionou o ídolo manezinho. “O Rendez-Vous à Roland Garros tem sido um enorme sucesso para o Brasil, onde os dois vencedores  da final entre as nações das edições anteriores foram Gabriel Decamps e Rafael Wagner, brasileiros que caminham nas pegadas de Guga”, recordou.

Vice-presidente da Federação Francesa veio prestigiar lançamento do torneio - Flávio Tin/ND
Vice-presidente da Federação Francesa veio prestigiar lançamento do torneio - Flávio Tin/ND



 

Confira abaixo a programação para esta quinta-feira:

 

A partir das 9h

Matheus Pucinelli (SP) vs Paulo Saraiva (DF)

Pedro Cordeiro (SP) vs Matheus Ferreira (SP)

Vitória Okuyama (PR) vs Mariana Galvão (SP)

Luiza Fullana (DF) vs Bruna Sampaio (DF)

 

Não antes das 10h

João Ferreira (MG) vs João Giannella (SP)

Mateo Reyes (SC) vs Bruno Pessoa (SP)

Ana Luiza Cruz (SP) vs Laura Wayerbacher (RS)

Gabriela Azambuja (SC) vs Alexandra Silva (SP)

 

Não antes das 11h

Alberto Mello (SP) vs Victor Castro (PR)

Leonardo Frederico (SC) vs Christian Oliveira (RJ)

Kathleen Percegona (PR) vs Priscila Baptista (SP)

Raíssa Wagner (DF) vs Marina Figueiredo (MG)

 

Não antes das 12h

Rodrigo Rattes (RJ) vs Luiz Eduardo Santos (PR)

Diego Padilha (SP) vs Gilbert Klier Junior (DF)

Isabela Mercante (RJ) vs Carolina Porto (SP)

Paola Campigotto (PR) vs Nathalia Gasparin (P

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade