Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Catarinenses são os únicos árbitros brasileiros no Pré-Olímpico de Basquete

Cristiano Maranho e Guilherme Locatelli viajam neste domingo para Mar Del Plata

Redação ND
Florianópolis
Luiz Augusto Archer/FCB/Divulgação
Cristiano Maranho (E) e Guilherme Locatelli, árbitros que estarão no Pré-Olímpico

 

Os árbitros catarinenses Cristiano Jesus Maranho, 37 anos, e Guilherme Locatelli, 30, são os únicos brasileiros a apitar o Pré-Olímpico de Basquete, em Mar Del Plata, na Argentina, que começa nesta terça-feira. Eles foram convocados pela Fiba Americas (Federação Internacional de Basquete). Dez países participam da competição, que garante duas vagas para a Olimpíada de Londres, em 2012. Os dois embarcam neste domingo para a Argentina.

Maranho tem 13 anos de uma carreira consolidada em competições de peso internacional, como o Mundial do Japão (2006), Pan do Rio (2007) e Olimpíada de Pequim (2008).  Na memória, ele guarda especialmente a lembrança da rivalidade no jogo entre Grécia e Turquia, no 16º Mundial Masculino, no ano passado, na Turquia. “O país parou para assistir ao jogo. Até o primeiro-ministro Recep Tayip Erdogan foi ao jogo”, relembra. Maranho também arbitrou a final entre Estados Unidos e Turquia, com vitória dos norte-americanos por 81 a 64.   

Por outro lado, Locatelli  credenciou-se árbitro internacional há um ano e meio. Assim que conquistou a licença internacional, teve que tomar uma decisão difícil: embarcar para Alemanha quatro dias após a morte do pai Ronaldo Wanderley Locatelli. “Não pude participar da missa de sétimo dia dele. Não fosse desta maneira, hoje eu não teria sido convocado para o Pré-Olímpico”, reconhece.

É a primeira vez que os árbitros brasileiros convocados são de fora do Eixo Rio-São Paulo. Para o presidente da FCB (Federação Catarinense de Basketball), Oscar Archer, é a prova de que a arbitragem catarinense é qualificada. “Somos a segunda força da arbitragem brasileira”, diz. 

Brasil tenta voltar à Olimpíada

O basquete brasileiro está fora de uma Olimpíada há 12 anos. O Brasil joga no primeiro dia do torneio, terça, às 14h, contra a Venezuela

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade