Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Carlos Sánchez é aprovado em exames médicos e assina contrato com o Santos

Volante uruguaio esteve na Rússia com a seleção celeste na Copa do Mundo

Folha de São Paulo
Santos (SP)
24/07/2018 às 09H23

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O volante Carlos Sánchez, uruguaio que disputou a última Copa do Mundo e que atuava no Monterrey, do México, foi aprovado nos exames médicos nesta segunda-feira e assinou contrato com o Santos até o fim de 2020, assim como já havia ocorrido com o costarriquenho Bryan Ruiz.

Clube paulista anunciou a contratação em suas redes sociais - Reprodução/Instagram
Clube paulista anunciou a contratação em suas redes sociais - Santos/Reprodução/Instagram


O uruguaio será apresentado oficialmente nesta terça-feira, na Santos Business Center, no Pacaembu, em São Paulo.

Antes de fechar com o uruguaio, a diretoria santista já havia acertado a liberação do atleta junto ao Monterrey, do México. O clube paulista desembolsará US$ 1 milhão para contar com o jogador de imediato. Isso porque Sánchez tem contrato com os mexicanos até o fim de dezembro deste ano.

Depois de muitas propostas e contrapropostas, o Santos deve pagar a Sánchez US$ 1,2 milhão (R$ 4,6 milhão) por ano, US$ 100 mil por mês (R$ 383 mil). O uruguaio pedia US$ 1,6 milhão (R$ 6,2 milhões) de salário por temporada, US$ 133 mil por mês (R$ 516 mil), mas um valor de luvas oferecido destravou o negócio.

O presidente do Santos, José Carlos Peres, alega que precisou vencer a concorrência do Palmeiras para fechar com Carlos Sánchez. Segundo ele, o estafe do uruguaio apresentou uma carta com a proposta do rival, mas o uruguaio optou por manter seu acordo com o Santos. Os palmeirenses, nos bastidores, negam a tentativa.

"Foi uma das dificuldades na transação (Palmeiras tentando atravessar), toda a vez que vaza dificulta a negociação. Eles são negociadores e sabem que você está direcionado para contratar, tentam se aproveitar isso. Isso dificulta a transação, cansa os lados", explicou.

"Na questão do Palmeiras houve uma proposta, ela ocorreu após acertarmos com o Monterrey por carta. Houve uma proposta muito grande. Quero enaltecer o jogador e o empresário, que foram conscientes pelo que já havíamos combinado. Ele entendeu que o melhor é vir para o Santos, para ocupar uma posição carente. O Santos é o Santos. O jogador, na dúvida, vem para o clube se não houver uma distancia financeira. Aceitou o Santos e foi até o fim. O Monterrey abriu mão da parte dele para satisfazer o jogador. É um grande jogador, valeu a pena a demora. Teve uma passagem excelente pelo River, pelo Monterrey. Serão três anos de contrato para desenvolver tranquilamente", disse o mandatário santista.

Além de Sánchez e Bryan Ruiz, o Santos espera fechar a contratação de mais um estrangeiro: o paraguaio Derlis González, que pertence ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia. O atacante está perto de assinar com o clube paulista em uma transação que envolve o meia Vitor Bueno. Os dois podem ser trocados por empréstimo.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade