Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Brasil define equipe para enfrentar a Croácia na Copa Davis, em Florianópolis

Com Bellucci em grande fase, equipe será a mesma do confronto contra a Argentina, em março, em Buenos Aires

Matheus Joffre
Florianópolis

O time brasileiro que disputará o confronto com a Croácia, no Playoff do Grupo Mundial da Copa Davis, entre os dias 18 e 20 de setembro, no Costão do Santinho, em Florianópolis, já está definido.

Cristiano Andujar/Arquivo/Divulgação
De volta ao Top 30, Thomaz Bellucci é o principal nome do time brasileiro da Davis

 

O capitão João Zwetsch optou por repetir a equipe que enfrentou a Argentina em Buenos Aires, em março, e convocou os tenistas Thomaz Bellucci, João “Feijão” Souza, Marcelo Melo e Bruno Soares para encarar os croatas.

Em grande fase mais uma vez no circuito, Bellucci é o destaque da equipe após retornar ao top 30 e ter feito uma boa gira no saibro europeu e nas quadras duras nos Estados Unidos, com sua melhor campanha no US Open.

"Thomaz está jogando nos últimos seis meses muito bem, encontrou novamente o nível alto que ele joga de tênis e a expectativa é que ele possa fazer uma Copa Davis muito boa", analisou Zwetsch.

Com grande desempenho no confronto com a Argentina, quando fez jogos longos e esteve perto de colocar o Brasil nas quartas de final, Feijão integra mais uma vez o time em busca de uma retomada após resultados abaixo do esperado no segundo semestre.

"Feijão não vem em um bom momento, mas ao mesmo tempo é o nosso jogador que, fora o Thomaz, está jogando o circuito dos torneios maiores o ano inteiro, tentando subir um degrau e se firmar no nível mais alto. Ainda não foi possível, mas essa experiência toda de tantos torneios grandes, com jogadores de um nível alto é sempre importante. Todos esperamos que ele possa reencontrar novamente um bom tênis agora na Copa Davis, que o grande desempenho que ele teve contra a Argentina possa voltar firmemente na memória e a gente possa fazer uma boa preparação", projetou o capitão brasileiro.

Equipe croata tem parceiro de Melo, campeão em Roland Garros

Com nove vitórias consecutivas em confrontos de Copa Davis, Bruno Soares e Marcelo Melo repetem a parceria em Florianópolis contra uma difícil dupla formada com Ivan Dodig, parceiro de Melo.

Cristiano Andujar/Arquivo/Divulgação
Campeão nas duplas em Roland Garros, Marcelo Melo enfrentará seu parceiro Ivan Dodig

 

“Acho que nossa dupla é sempre um ponto de equilíbrio muito importante dentro da nossa equipe, desta vez não vai ser diferente. É um ponto crucial, o Marcelo está tendo um ano excepcional, o Bruno nem tanto, mas com um ótimo nível”, avaliou Zwetsch.

A equipe croata também vem ao Brasil com força máxima, contando com o atual campeão do US Open, Marin Cilic, além da revelação Borna Coric, de Ivan Dodig, campeão de duplas em Roland Garros ao lado de Marcelo Melo, e Franko Skugor, acompanhados pelo capitão Zeljko Krajan.

"É um confronto muito duro. Cilic está novamente nas quartas do US Open, com boas chances de ir à semifinal, é um jogador de altíssimo nível, muito difícil de ser batido. A equipe da Croácia é consistente, tem o Dodig como um dos duplistas, parceiro do Marcelo que vem tendo um ano maravilhoso, da mesma forma que o Marcelo, tem o Coric que é um jovem jogador, mas já está aí entre os 40 do mundo com 18 anos, ou seja, não é comum com certeza", analisou o capitão do Brasil.

 

Ingressos ainda podem ser adquiridos na internet

Para o público que quiser acompanhar de perto o confronto entre Brasil e Croácia, ainda é possível garantir presença. Os ingressos para as arquibancadas estão disponíveis no site www.ingressonacional.com.br com o valor de R$ 300.

"Vai ser uma Copa Davis vibrante, muito dura como foram as últimas, Argentina e Espanha, o que é bom, pois nessas condições todo mundo ganha. O público vai poder ver jogos de altíssimo nível e ao mesmo tempo com uma emoção de fazer parte fortemente dos jogos, do confronto e o que a gente espera é poder aproveitar a condição de jogar em casa  com o apoio da nossa torcida que sempre faz uma diferença muito grande", finalizou Zwetsch.

Cristiano Andujar/Arquivo/Divulgação
Time brasileiro será o mesmo que enfrentou a Argentina, em Buenos Aires, em março
Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade