Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Basquete de Florianópolis colhe frutos da base no time principal

Projeto da Adiee/Avaí já revelou atletas inclusive de nível nacional, com participações na elite da modalidade no Brasil

Diogo Maçaneiro
Florianópolis
29/08/2018 às 23H16

A diferença entre Florianópolis e Joinville, adversários da noite desta quarta-feira (29) pelo Estadual Masculino de Basquete, era perceptível logo na entrada do ginásio Rozendo Lima, no Centro da Capital.

Avaí e Joinville se enfrentaram em Florianópolis na noite desta quarta-feira (29) - Marco Santiago
Avaí e Joinville se enfrentaram em Florianópolis na noite desta quarta-feira (29) - Marco Santiago


O time do Norte do Estado ostentava uma estatura muito acima da média do rival, dono da casa. Além disso, trata-se de um time cuja preparação é focada no Novo Basquete Brasil, a principal competição da modalidade no país, contra um projeto focado na base.

E é por aqui que a história desta partida, vencida obviamente pelo visitante por 90 a 37, começa a ser contada. A equipe da Adiee/Avaí entrou em quadra com oito dos seus 12 jogadores com idade igual ou inferior aos 19 anos. “É uma forma de preparação para o quadrangular semifinal da categoria, neste fim de semana, em Rio do Sul”, afirmou o técnico Kenio Nunes, ainda antes de a bola subir.

O objetivo do projeto da modalidade na Capital é justamente fomentar a base. Vale lembrar que recentemente a equipe sub-19 foi campeã dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, com direito a vitória justamente contra o time de Joinville na semifinal. O sucesso do trabalho do professor estava, inclusive, escalado no adversário. “Tem três jogadores deles que começaram aqui”, referindo-se ao armador Romarinho, o ala Dieguinho e o pivô José Jerônimo, o Zezão.

O objetivo inicial era dar justamente ritmo a esses jogadores numa competição com mais “casca”, porém muito mais foi feito. “Vencemos três jogos já”, completou Nunes. O cestinha da partida foi o ala joinvilense Jefferson Socas, com 54 pontos. Pelo lado avaiano, Lucas Boaventura marcou 11. O curioso é que ele também treina as equipes adulta e de base femininas do Avaí, além da sub-15 masculina.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade