Publicidade
Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 19º C

Barco espanhol Mapfre vence a In- Port Race nesta sexta-feira, em Itajaí

Em tercei­ro lugar ficou o Dongfeng Race Team, que teve o brasileiro Márcio Santos, campeão da Copa de 1994

Redação ND
Brasil
20/04/2018 às 23H21

O barco espanhol Mapfre conseguiu, nesta sexta-feira, em Itajaí, mais uma vitória na série de regatas In-Port Race, campeonato paralelo de provas que va­lem para o desempate na Volvo Ocean Race. A equi­pe vermelha, que subiu ao pódio em todas as etapas, não deu chances aos outros cinco adversários e cru­zou em primeiro lugar.

A vantagem para o team AkzoNobel, da brasi­leira Martine Grael, foi de 43 segundos. Em tercei­ro lugar ficou o Dongfeng Race Team, que teve o brasileiro Márcio Santos, campeão da Copa de 1994 como convidado a bordo.

“Foi uma boa regata para nós hoje, desde o iní­cio, mas a chave para a vitória foi poder passar a AkzoNobel no primeiro vento de popa”, disse o campeão olímpico Xabi Fernández. ‘’A partir daí ampliamos a vantagem’’. O resultado mantém os espanhóis em primeiro lugar no campeonato pa­ralelo das In-Ports Races, com 44 pontos. O Don­gfeng Race Team tem 39 e o AkzoNobel tem 36. O Mapfre ganhou outras duas provas nessa tempo­rada: Alicante (Espanha) e Ghangzou (China).

‘’Ser o líder da série é sempre bom. Sabemos o como é apertada a classificação geral, onde es­tamos apenas um ponto atrás do Dongfeng, por isso isso pode ser importante no final de tudo’’, contou Xabi Fernández.

Volvo Ocean Race  -  Pedro Martinez/Volvo Ocean Race/ND
Volvo Ocean Race - Pedro Martinez/Volvo Ocean Race/ND



A equipe do AkzoNobel, da Martine Grael, ficou em segundo lugar em Itajaí. A campeã olímpica foi muito festejada pelos fãs brasileiros, que lotaram a Vila da Regata. Mais de 300 mil pessoas já passaram pelo local desde 5 de abril. ‘’Estou super feliz em com­petir no Brasil ao lado da minha torcida. Na In-Port conseguimos uma largada boa e uma disputa acirra­da com a Mapfre’’.

A In-Port teve seis pernas de aproximadamente 2 milhas cada e o Mapfre fez a prova em 54min56. O percurso utilizado foi de barla-sota, ou seja, vai con­tra e volta a favor do vento.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade