Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Avaí não suporta a pressão e cede a virada ao Tubarão pelo Catarinense 2018

Leão da Ilha perdeu por 2 a 1, caiu duas posições e ficou no 5º lugar, sem chances de alcançar a líder Chapecoense e o vice-líder Figueirense

Redação ND
Florianópolis
25/03/2018 às 21H56

Sem perspectiva no Catarinense 2018, o Avaí tomou a virada para o Tubarão por 2 a 1, neste domingo, no Sul do Estado, pela 16ª rodada da competição. O resultado fez o Leão da Ilha cair duas posições e ficando no 5º lugar, sem chances de alcançar a líder Chapecoense e o vice-líder Figueirense. Destaque avaiano para o goleiro Aranha que, além de grandes defesas, pegou uma penalidade máxima, das duas marcadas para o “peixe”. Na próxima quarta-feira (28), o time azurra recebe o Brusque e o Tubarão encara o Internacional de Lages.

Avaí perdeu duas posições e ficou no 5º lugar - Comunicação CA Tubarão/ND
Avaí perdeu duas posições e ficou no 5º lugar - Comunicação CA Tubarão/ND



O Avaí chegou ao gol logo aos cinco minutos. O atacante Rafinha fez o cruzamento para Getúlio cabecear, o goleiro Júnior Belliato defendeu e o centroavante balançou a rede no rebote. A partir daí, o Tubarão começou uma pressão contra a meta do Leão da Ilha. Aos 13 minutos, o zagueiro Jailton ficou cara a cara com o goleiro azurra, que fez grande defesa, mas o árbitro assinalou impedimento.

Três minutos depois, o árbitro Richard Floter marcou pênalti para o clube do Sul do Estado. O lateral Lovat fez a falta contra o atleta do Tubarão. O atacante Batista cobrou e o goleiro Aranha defendeu. No rebote, o jogador do “peixe” completou para fora. A pressão continuou e, aos 26, o atacante David Batista arriscou e o goleiro avaiano tirou para escanteio. Dez minutos depois, o volante Guilherme Amorim bateu forte no canto e a bola passou raspando a trave.

Na etapa final, o Tubarão continuou pressionando e chegou ao empate aos três minutos. Novamente, o lateral Lovat fez falta em David Batista dentro da área. O próprio atacante cobrou com violência e estufou a rede. A resposta do Avaí veio em uma bate rebate que sobrou para Rafinha bater sobre o gol de Júnior Belliato.

A equipe do Sul do Estado parou na trave na finalização do atacante Índio de cabeça. Na sequência, Jean arriscou de perna direita e Aranha fez grande defesa. No rebote, o goleiro avaiano pega com os pés o chute de David Batista. Aos 37, o lateral Oliveira fez o cruzamento e, novamente, David Batista trombou com a defesa avaiana e antes de a bola cruzar a linha Índio empurrou para o fundo da rede.

  

Ficha técnica

Tubarão 2 x 1 Avaí

Tubarão: Júnior Belliato; Oliveira, Jailton (Nikolas Farias), Canavésio e Jean; Liel, Guilherme Amorim, Everton Dias (Índio) e Daniel Costa; David Batista (Isaac) e Batista. Técnico: Waguinho Dias.

Avaí: Aranha; Guga, Airton, Fabian e Lovat (Gustavo); Luan, Menezes e Martinuccio (Vitor); Rafinha (Bryan), Getúlio e Romulo. Técnico: Claudinei Oliveira.

Amarelos: Martinuccio, Lovat, Bryan e Fabian (A);

Gol: 1ºT – aos 5’, Getúlio (A); 2ºT – aos 3’, David Batista, aos 37’, Índio.

Arbitragem: Richard Werner Floter, auxiliado por Helton Nunes e Eder Alexandre.

Local: Estádio Domingos Silveira Gonzales. Data: 25/03/2018. Horário: 20h.

Público total: 2.395

Renda: R$ 45.838,87

Publicidade

1 Comentário

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade