Publicidade
Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 22º C

Avaí embarca nesta para Londrina, onde pode garantir o acesso à Série A

Para a viagem mais importante do ano, os jogadores levam o calor da torcida na bagagem

Diogo Maçaneiro
Florianópolis
18/11/2016 às 18H49

A sinergia entre torcida e time está em alta no Avaí. No sábado a Ressacada recebeu mais de 13 mil pessoas na vitória por 3 a 0 sobre o Náutico. Na quinta (17), no último treino do time antes do embarque para Londrina, onde o Leão encara os donos da casa para buscar o acesso à Série A, alguns fãs foram até o campo anexo ao estádio para acompanhar a atividade, com direito a uma faixa bastante famosa nos bons e maus momentos da equipe do Sul da Ilha.

Avaí treina antes de embarcar para Londrina - Daniel Queiroz/ND
Avaí treina antes de embarcar para Londrina - Daniel Queiroz/ND

A viagem para o Norte do Paraná será às 8h15 desta sexta (18), no aeroporto Hercílio Luz. Por mais que a ordem da comissão técnica seja evitar o oba-oba, pois ainda são necessários dois pontos para o acesso, o já conhecido Faisca foi apoiar o Leão, já que não irá ao Norte do Paraná assistir ao jogo. Se o acesso vier, ele será comemorado de casa, no bairro Kobrasol, perto da casa do “coirmão”, time que ele se recusa a dizer o nome por conta da rivalidade histórica com o Figueirense. E sobrou até para outro time do Estado, “aquele lá do Oeste”, brincou.

A faixa com os dizeres “Sou avaiano e não desisto nunca” remete a 2013 e estreou num momento delicado para os avaianos. “Essa faixa eu fiz no dia em que fomos eliminados da possibilidade de acesso. Perdemos para o coirmão aqui na Ressacada e tínhamos o último jogo da Série B contra o Boa Esporte. Ela estreou contra o Boa Esporte e vencemos por 1 a 0 e ela ficou marcada, pois quando eu subi a rampa ali das arquibancadas com ela estendida eu fui aplaudido e no ano seguinte nós subimos”, relembra.

Na ocasião ele recorda que era preciso resgatar a autoestima da torcida após o acesso escapar por entre os dedos. Mais do que um pedaço de lona, a faixa tem um significado importante para ele. “O avaiano nunca desiste. Espero que este seja o nosso recomeço com a permanência na Série A. Com os pés no chão e organização, espelhados no time lá do Oeste do Estado para que a gente continue. Não um só momento, mas por vários anos”, referindo-se à Chapecoense.

>>> Veja a chegada do time no aeroporto de Florianópolis para o embarque

Avaí embarca para Londrina no aeroporto Hercílio Luz. O time se prepara para o jogo que pode garantir o acesso do Leão à Série A. Saiba mais sobre a partida histórica: https://goo.gl/pqmfGi

Publicado por ND Online em Sexta, 18 de novembro de 2016

Faísca arrisca um 2 a 1 em Londrina para o Avaí e aproveitou para deixar um recado para os jogadores do time. “Desejo muita sorte, raça, vontade e que o Avaí volte de lá feliz da vida e com o acesso debaixo do braço, se Deus quiser”. Precisão na bola parada Em campo, Claudinei Oliveira comandou uma atividade de aproximadamente uma hora e meia e acertou o posicionamento do time.

Destaque para a principal arma avaiana, que não chegou a ser treinada, mas quando testada foi mortal. Bola parada. Cruzamento de Marquinhos pela direita na cabeça de Fábio Sanches para mandar para as redes. “Se uma dessas entrar no jogo já está de bom tamanho”, disse um torcedor no alambrado. “Ahhh, entra sim”, respondeu outro.

Poupado durante alguns jogos na temporada, o capitão Marquinhos vai para o jogo e comemorou o momento e o ambiente criado em torno do momento do time. “O clima está maravilhoso. Não há como ser o contrário. Está vencendo, está na porta da Série A, mas ainda não está concretizado. É um grupo que sabe o que quer e fazer tudo que a gente vem fazendo e nos colocou no G4”, projetou o Galego.

O time que jogará deve ser o mesmo contra o Náutico, ou seja, terá Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão e Capa; Luan, João Filipe, Renato, Diego Jardel e Marquinhos; Romulo. Foi assim que Claudinei Oliveira posicionou a equipe, mas a confirmação dos relacionados sai apenas hoje antes do embarque ao Paraná.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade