Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Atletas são homenageados na Câmara de Florianópolis e projetam participação nos Jogos Olímpicos

Pedro Barros falou sobre a possibilidade de o skate se tornar modalidade olímpica em 2020, enquanto Ige, do rúgbi, aguarda convocação para os Jogos do Rio de Janeiro

Diogo Maçaneiro
Florianópolis

A Câmara de Vereadores de Florianópolis homenageou na tarde desta segunda-feira 21 atletas, ex-atletas e personalidades com a Medalha do Mérito Desportivo. Entre os nomes agraciados com a comenda estão o skatista Pedro Barros, o surfista Mineirinho, os ídolos Genilson e Evando, de Figueirense e Avaí, respectivamente e o meia Jardel, formado na base do Leão e atualmente perto de se transferir do Benfica -POR para a Lazio-ITA. No meio de tantos expoentes, um nome cotado para estar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro também marcou presença entre os homenageados. João Luiz da Ros, o Ige, do Desterro Rugby, está na pré-lista para a seleção e aguarda o chamado.

Marco Santiago/arquivo/ND
Ige aguarda a confirmação da convocação para os Jogos do Rio de Janeiro no rúgbi de sete

 

Ige é o capitão da seleção brasileira de 15 e está na lista dos pré-convocados para o time brasileiro de sete - este sim olímpico -, mas prega cautela em falar sobre estar na Olimpíada brasileira. "Estou brigando, mas está difícil. Eu estive presente com a seleção de 15 e a seleção de sete fez outra preparação nesse período, mas eu gostaria muito de estar lá", projetou.

Convocado ou não, Ige espera um time brasileiro mais competitivo, mas com poucas chances de beliscar uma medalha. "O que o torcedor espera do rúgbi brasileiro é que o time mantenha a cabeça erguida. O orgulho que o torcedor quer ter não é de uma medalha, mas sim de um time com raça", afirmou. Ele será um dos condutores da tocha olímpica em Florianópolis, dia 10 de julho. 

O remador Odilon Maia Martins, de 84 anos, foi o escolhido para ocupar a tribuna e falar em nome de todos os homenageados. Ele lembrou dos tempos áureos da modalidade na Capital e disse que o esporte educa, prepara e forma não só grandes atletas, mas grandes pessoas. "Não se nasce líder. Se constrói e para isso é preciso incentivo e esta Casa dá um estímulo a mais ao entregar esta homenagem”, disse. Ele também é figura confirmada durante o revezamento da tocha em solo florianopolitano.

 

Skate em 2020 não entusiasma Pedro Barros

Pedro Barros, skatista, recebeu a sua medalha e também a do amigo Adriano Souza, o Mineirinho, atualmente fora do Brasil para a disputa do Circuito Mundial. O skate, assim como o surfe, é postulante a se tornar modalidade olímpica nos Jogos de Tóquio, em 2020, mas a fera dos "carrinhos" de Floripa preferiu não criar muita expectativa em torno desta possibilidade. "Não tem nada definido. Os critérios ainda estão sendo avaliados e eu não posso defender algo que eu ainda não sei como vai ser', afirmou.

Marco Santiago/arquivo/ND
Pedro Barros ainda é reticente quanto a presença do skate nos Jogos de Tóquio-2020

 

Além das duas modalidades, quem também busca um lugar na Terra do Sol nascente é o beisebol (no masculino) e o softbol (modalidade equivalente no feminino), o caratê e a escalada. O Comitê Olímpico Internacional já indicou estes cinco esportes como novidades no programa da olimpíada japonesa - não necessariamente seguem como definitivas após esta edição. A definição será durante a reunião do Conselho do COI, durante os Jogos do Rio de Janeiro de 5 a 21 de agosto.

 

Confira os homenageados nesta terça-feira pela Câmara de Vereadores de Florianópolis

 

Odilon Maia Martins: ícone do remo catarinense com nível mundial.

Carlos Alberto Muniz Neto: mestre em jiu-jitsu tem hoje uma das maiores equipes de competição de Santa Catarina.

Instituto Guga Kuerten: por meio de projetos educacionais e esportivos promove a transformação social.

Tiago Soares Gaspar: professor de educação física, leva o futebol a milhares de pessoas.

Waldir Furtado: apaixonado pelo futebol, fundou uma Escolinha de Futebol para atender crianças da comunidade do Rio Vermelho.

José Ricardo Hendler Mesquita: profissional de muay tay, campeão mundial de muay tay, na categoria de até 86 quilos.

Rodrigo Silvério do Nascimento: professor voluntário no Projeto Garcia Esporte e Lazer, atendendo crianças e adolescentes.

Aguinaldo Luiz Fernandes: fundador da Escolinha de futebol para crianças no bairro Saco Grande II.

Renato Luis de Sá Filho: jogador de futebol pelos times do Grêmio, Botafogo, Vasco e Avaí.

Genilson Alves de Oliveira: jogador de futebol que atuou em vários times, entre eles Figueirense e Avaí.

Evando Spinassé Camillato: jogador de futebol. Atuou em equipes no exterior e no Brasil. No Avaí completou a marca de 100 jogos pelo time.

Flávio “Teco” Padaratz: surfista, bicampeão mundial do WQS, é considerado um dos maiores ídolos do surfe brasileiro.

Adriano Souza – Mineirinho: atual campeão mundial de surfe.

João Luiz da Ros – Ige: jogador de Rugby Union do Brasil.

Pedro Barros: skatista, é apontado como um dos principais representantes da modalidade no Brasil e no mundo.

Jardel Vieira: jogador brasileiro que atua no Benfica, de Portugal.

Geneci Salvadego: atleta campeã de diversas maratonas no Brasil e no exterior.

Marcelo Zimmermann: jogador de futebol atuou em vários times, entre eles o Figueirense.

Pedro Bastos: diretor da Fundação Municipal de Esporte de Florianópolis e diretor da Fundação Catarinense de Desportos.

Vilmar Campana: atleta profissional de futsal, atualmente é orientador de futsal para crianças e adolescentes.

Marcelo Zeni Klein: técnico da equipe de voleibol masculino de Florianópolis nos Jogos Abertos de Santa Catarina, da equipe da Elase e Escolinha de Voleibol da Astel.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade