Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Após QS da Joaquina, Mineirinho promove surfe-treino para crianças no Campeche

Campeão mundial atacou de juiz e de técnico no evento para crianças de até 14 anos, que ocorreu nesta terça-feira

Redação ND
Florianópolis
08/11/2016 às 22H31

Depois de disputar a etapa do QS na Joaquina, o campeão mundial Adriano de Souza marcou presença no “Local Hero Tour”, um surfe-treino para crianças de até 14 anos, nesta terça-feira (8), no Novo Campeche, no quintal de sua casa. Mineirinho foi um dos juízes do evento e deu notas para os surfistas das categorias feminina e masculina, e também fez papel de técnico dos representantes da nova geração. Tainá Hinckel, 13, e Léo Casal, 12, foram os grandes campeões do evento.

Tainá e Léo recebem o carinho de Mineirinho após a vitória - Marcelo Maragni / Red Bull Content Pool
Tainá e Léo recebem o carinho de Mineirinho após a vitória - Marcelo Maragni / Red Bull Content Pool



“Foi tudo muito incrível e tive uma sensação única em fazer parte de um evento como esse, desde o início da organização até a última bateria, na frente da minha casa. Estou sem palavras”, afirmou Adriano. “Fiz o papel de juiz e confesso que é cansativo, tem mesmo que ter um dom. Tentei dar meu máximo e passar minha experiência como competidor, mais do que apenas dar notas”, acrescentou.

O formato da prova seguiu os padrões das etapas do Mundial de Surfe às quais Adriano de Souza está bem acostumado. Trinta e dois meninos e 16 meninas competiram, em categorias separadas, em baterias eliminatórias de 15 minutos. A cada término de bateria, os pequenos seguiram para um espaço reservado, onde receberam dicas e orientações técnicas do campeão e ídolo. Os dois vencedores do evento foram Taína Hinckel, da Guarda do Embaú e campeã sul-americana pró júnior pela WSL, e Léo Casal, local de Florianópolis e vice-campeão brasileiro sub-12.

“As ondas não estavam das melhores, mas estava bem divertido e deu para aproveitar bastante. Consegui adquirir bastante experiência com as dicas que o Adriano me deu”, contou Tainá. “A iniciativa do Adriano foi muito legal e só ajudou a todos os atletas. Uma das coisas que ele me falou foi para eu definir melhor as manobras, e então comecei a fazer isso. Um dia quero ser campeão mundial como ele”, disse Léo.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade