Publicidade
Terça-Feira, 19 de Junho de 2018
Descrição do tempo
  • 22º C
  • 15º C
  • #TORCIDANDBlatter ignora sanção da Fifa e chega à Rússia para ver Portugal e BrasilMAIS COPA

Adeus à seleção depois da Rússia? Messi diz que só pensa no título

Dias após dizer a jornal espanhol que seu futuro na seleção da Argentina dependerá do que acontecer na Copa, craque recua em entrevista a veículo inglês

LANCE!
São Paulo (SP)

Messi posa para a foto oficial da Copa do Mundo - FOTO: Divulgação
Messi posa para a foto oficial da Copa do Mundo - FOTO: Divulgação


Poucos dias depois de dizer ao jornal Sport, da Espanha, que seu futuro na seleção argentina dependerá do que acontecer na Copa do Mundo da Rússia, Lionel Messi recuou e avisou que está focado somente em realizar seu "sonho de criança".

- Não quero falar sobre meu futuro. No momento estou concentrado apenas no presente e em fazer o melhor que eu puder nessa Copa do Mundo. A Copa do Mundo é especial para a Argentina, é um grande sonho conquistá-la. Para mim seria a realização de um sonho de criança, então você pode ter certeza de que farei tudo o que puder - disse o craque, ao ser questionado sobre o tema pelo jornal Express, da Inglaterra.

Na conversa com o Sport, publicada no último fim de semana, Messi citou o motivo que pode fazê-lo cogitar o adeus à seleção: as críticas da imprensa à sua geração, que chegou a três finais (perdeu a Copa de 2014 para a Alemanha e caiu duas vezes diante do Chile na Copa América, em 2015 e 2016). Nesta última, ele chegou a declarar que não jogaria mais pela equipe nacional, mas voltou atrás.

- Não sei (se continuarei na seleção). Dependerá do nosso desempenho na Copa, de como terminaremos. Chegar a três finais e não ganhá-las nos fez passar por momentos complicados com a imprensa da Argentina, pelas diferenças de ver o que significa chegar a uma final. Não é fácil e é preciso valorizar. É verdade que o importante é ganhar, mas chegar lá não é fácil - declarou o camisa 10, naquela ocasião.

Ao Express, Messi falou sobre os três adversários da primeira fase e mostrou confiança na capacidade da Argentina, mesmo que classificar-se nas Eliminatórias tenha sido uma missão complicada.

- É verdade que as Eliminatórias foram complicadas, demoramos muito para conseguir a classificação. Mas o importante é que estamos aqui, na Copa do Mundo, e daremos o nosso máximo. Se nós jogarmos como sabemos que podemos será difícil bater a Argentina - comentou.

- A Islândia foi bem em seu último torneio, então o primeiro jogo não será confortável para nós. Mas será preciso ganhar para que as partidas seguintes não se tornem ainda mais complicadas. A Croácia tem um grande time, com jogadores das grandes ligas europeias, e será um jogo perigoso. Não sabemos muito sobre a Nigeria, mas as equipes africanas geralmente são compactas, resistentes e fortes. Não será uma caminhada fácil.

A Argentina estreia no sábado, às 10h (de Brasília), contra a Islândia, em Moscou.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade