Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Um ateliê para a alma e o coração: Os ambientes da CASACOR / Santa Catarina

Ambiente acolhedor traz memórias, gostos e tudo que encanta e aguça os sentidos das profissionais, com muita arte para inspirar os visitantes

Alessandra Cavalheiro
Florianópolis
02/11/2018 às 13H57

Ateliê da Alma, por Laura Giassi Morastoni e Bianca Steinmetz de Souza - Fotos/Lio Simas
Ateliê da Alma, por Laura Giassi Morastoni e Bianca Steinmetz de Souza - Foto/Lio Simas


As profissionais Laura Giassi Morastoni e Bianca Steinmetz de Souza apresentam o Ateliê da Alma. Em apenas 11m2, elas enchem o espaço de significados, cores e inspirações para o visitante contemplar. “A inspiração foi perceber que dentro de todos nós há um artista! Um fazedor de arte! Um apreciador de arte! Uma sementeira, que pode gerar muitos frutos! Um ser que, em essência, manifesta sua alma”, exclamam Laura e Bianca.

A tendência escolhida é de um ambiente quente e acolhedor que contenha memórias, gostos e tudo que encanta e aguça os sentidos das profissionais. “Usamos a arte produzida por nós ou por diferentes artistas para tocar a nossa sensibilidade e induzirmos a olhar para o nosso interior”, dizem.

O Ateliê da Alma tem texturas, metais, madeira, acrílico, tecidos, e como ponto mais exclusivo, a resina monolítica usada na bancada e piso do lavabo. Os recursos tecnológicos estão na iluminação da árvore, o pássaro, os letreiros em neon. E a aplicação no MDF da bancada e no chão do banheiro da resina monolítica.

O espaço tem lâmpadas de LED, que consomem menos energia. Há plantas na decoração, que ajudam a purificar o ambiente. Foi reutilizado o piso, evitando desperdício de material e mantendo a história do local.

 

Morar bem, em meio à arte

Para Laura e Bianca, o foco 100% no morar bem deve ser em um ambiente com o qual o morador se identifique, que reflita sua alma, sua essência. Onde seu coração se sinta em casa, e ali possa se expressar de diferentes formas, revelando no exterior o seu interior. 

Como um bom e autêntico ateliê, o espaço apresenta obras de artistas como Bela Teixeira, Julian Galasch, Caina Gartner e Rico Mendonça. Há muitos outros detalhes neste pequeno, mas significativo ambiente, feito para os apreciadores da arte que visitam a CASACOR / Santa Catarina.

O coração da Casa Viva

A proposta é para as pessoas usarem em casa: uma bancada, livre, bela, de material lavável -resina monolítica, aonde a pessoa possa criar, pintar, colar, escrever, desenhar, degustar, sem medo de sujar os estragar. E ter no ambiente elementos que agucem seus cinco sentidos, sua janela da alma: música para ouvir, obras de arte para apreciar, cheiros, diferentes texturas para tocar e delícias para o paladar.

O projeto apresenta o tema a Casa Viva tendo como sua principal obra um coração que se encontra com outro coração, formando um todo, na arte de Julian Galasch. “Pois a casa viva é a casa do encontro, da gente com a gente mesmo e com os demais. Onde o coração pulsa de emoção, revela os sentimentos, reflete nossa alma, as dores e os prazeres. E a relação do ambiente se dá pelo sentir, não só pela funcionalidade. Pois, só há vida, onde pulsa o coração. Por isso, escolhemos inicialmente este nome para o ambiente: ''Ateliê da Alma, o Coração da Casa Viva”, contam Laura e Bianca.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade