Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Policial de Tijucas é o terceiro homenageado do prêmio Profissionais de Ouro

Com 37 anos de carreira, ele é o policial civil com mais tempo de serviço na cidade

Ana Maria Veiga
Tijucas
Flávio Tin/ND
Carpes iniciou a carreira militar a contra gosto

Ademar Pereira Carpes não teve escolha. Aos 18 anos se alistou e foi chamado para fazer parte do Exército Brasileiro. Na corporação, aprendeu ao pé da letra o slogan da força armada: braço forte, mão amiga. O que antes era obrigação, virou paixão. Após sete anos na carreira militar, Carpes prestou concurso público para a Polícia Civil. Hoje, com 65 anos não pensa em se aposentar tão cedo.
 Carpes usa os ensinamentos do exército para superar as dificuldades do dia-a-dia. “Sempre trabalhei com honestidade e tive respeito ao meu semelhante”, afirma. Talvez seja por isso, que em 37 anos desempenhado diversas funções na Polícia Civil, nunca sofreu uma ameaça. “E olha que já perdi as contas de quantas pessoas ajudei a prender”, conta. Trabalhando como investigador, já solucionou diversos casos. Mas é modesto. “Somos uma equipe. Precisamos um do outro. Aqui ninguém faz nada sozinho”, garante. Leia a íntegra da reportagem na edição impressa do Notícias do Dia desta sexta-feira.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade