Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Exposição de Miró já está quase montada e gera grande expectativa

Mostra histórica “Joan Miró: A Força da Matéria” abre no Masc, em Florianópolis, no próximo sábado

Marciano Diogo
Florianópolis
Flávio Tin/ND
Retrospectiva do pintor catalão já está montada e abre ao público no próximo sábado

 

Mais de 90 desenhos, gravuras e pinturas de Joan Miró já estavam dispostos no Masc (Museu de Arte de Santa Catarina), no CIC (Centro Integrado de Cultura) em Florianópolis, na última sexta-feira. Esculturas e registros fotográficos da produção criativa do artista catalão também compõem a exposição histórica “Joan Miró: A Força da Matéria”, que terá abertura para o público no sábado, 12.

Com traços fluidos e aparentemente espontâneos, a arte surrealista de Miró será um marco no cenário cultural da Capital. “Este é um momento emblemático para o Masc. Estamos diante de algo que não tem valor monetário, pois o valor cultural e artístico supera qualquer número. A partir deste momento, entendemos que estamos prontos e credenciados para receber exposições internacionais de outros artistas desse porte. Esperamos cerca de 160 mil pessoas durante os dois meses de exposição”, afirma Filipe Mello, secretário da SOL (Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina), que em um primeiro momento divulgou que cerca de 650 mil pessoas circulariam pela exposição. “Foi uma confusão. É porque sabemos que a procura vai ser maior que a possibilidade de receber”, corrige o secretário.

A mostra com o trabalho de Miró no Masc se divide em quatro salas expositivas. Para chegar aos ambientes, o público irá passar propositalmente por uma sala onde está parte da exposição permanente do museu – com a intenção de promover a arte catarinense. Esculturas do artista catalão com cerca de um metro de diâmetro e altura, e fotos ampliadas estão espalhadas nos quatro espaços expositivos – entre elas, um registro que mostra Joan Miró fazendo um desenho na areia de uma praia, foto que sintetiza a arte sem ponderação, característica do pintor, escultor e gravurista.

Por solicitação de arquitetos do Instituto Tomie Ohtake e da Fundação Joan Miró – entidades curadoras responsáveis por trazer a exposição ao Estado – a infraestrutura do Masc passou por adequações. Paredes foram levantadas e ampliadas, tintas com texturas e cores diferentes coloriram alguns espaços, o direcionamento e intensidade da iluminação foram remodelados, e a padronização da climatização de todos os espaços foi estabelecida. “Fizemos um acompanhamento minucioso desses ajustes em todo o espaço do Masc, para que pudéssemos receber a exposição de acordo com o que ela merece”, constata Isac Nascimento, administrador do Masc.

Para garantir a segurança das obras de arte – cada peça conta com um seguro específico –, o Masc reforçou a equipe de seguranças, graças ao Instituto Tomie Ohtake, e câmeras de vigilância foram instaladas. Ao todo, 19 arte-educadores foram treinados para orientar o público na mostra. Segundo  a patrocinadora Arteris, o investimento para trazer a mostra ao Brasil, que passou antes por São Paulo, é de pouco mais de R$ 2 milhões. A exposição trará 41 pinturas, 22 esculturas, 20 desenhos e 26 gravuras, além de fotografias do pintor e vídeos do artista. Entre as obras, estão os desenhos “O Chefe da Orquestra”, “O Palhaço Rosa” e “O Estrangulado”.

Flávio Tin/ND
Masc foi readequado para receber a exposição de Miró

 

Ações paralelas e simultâneas

O próprio neto de Joan Miró, Joan Punyet Miró, também vem para Florianópolis para a abertura da posição “A Força da Matéria”. O herdeiro estará de passagem pela cidade na próxima quinta e sexta-feira.

Além da visita do herdeiro, o diretor do Masc também afirma que ações paralelas e simultâneas à mostra ocorrerão no decorrer dos próximos dois meses.

“Teremos oficinas de corpo e de tintas. E também apresentações de dança catalã, além de outras ações”, adianta Isac Nascimento.

Orientação às visitas

A exposição “Joan Miró: A Força da Matéria” terá entrada gratuita, com distribuição de senhas diariamente para três turnos – 10h às 12h, 13h às 16h e 17h às 19h (de terça-feira a sábado) ou 17h às 18h (aos domingos e feriados). As senhas serão distribuídas meia hora antes de cada turno – para visitação no mesmo dia – em guichê instalado na entrada do CIC (Centro Integrado de Cultura). A previsão é de que sejam distribuídas 350 senhas por turno para o público espontâneo. Não haverá distribuição de senhas para datas futuras, bem como não será possível comparecer no turno da manhã e retirar senha para os turnos da tarde e vice e versa.

Os agendamentos para visitação de grupos (de terça a sexta-feira, com número limitado) devem ser efetuados pelo telefone (48) 3664-2633, de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h.

 

Serviço:

O quê: Exposição “Joan Miró: A Força da Matéria”.

Quando: Abertura 12/9. Aberto das 10h às 20h – com distribuição de senhas.

Onde: Masc, CIC, av. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis, tel. 3953-2380.

Quanto: Gratuito.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade