Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Crianças e idosos conhecem a exposição de Joan Miró em Florianópolis

Instituto e Grupo RIC promoveram a visita à mostra internacional que ocorre na Capital

Marciano Diogo
Florianópolis
Bruno Ropelato/ND
O menino Carlos Eduardo Batista, 10, avaliou que Miró era muito criativo


Os olhares curiosos e atentos diante das telas e esculturas demonstram o interesse e encanto de estar na presença da concretização da arte moderna. Tal situação tem se repetido com frequência na mostra “Joan Miró: A Força da Matéria”, que reúne 112 obras do artista e segue até o dia 15 de novembro no Masc (Museu de Arte de Santa Catarina), em Florianópolis. Mas a visitação ao local ocorrida na última quinta-feira, promovida pelo Instituto RIC e pelo Grupo RIC, teve sua singularidade: crianças e idosos que nunca tinham tido contato com as obras de Miró tiveram a oportunidade de apreciar seu trabalho.

Ao todo, 20 crianças que estudam no 5o ano da Escola Básica Desdobrada Osvaldo Galupo, localizada no Morro do Horácio, e 10 idosas atendidas pela Sociedade Espírita Obreiros da Vida Eterna – Seove, que tem sua sede no bairro Campeche, ambas localizadas na Capital, visitaram a exposição. “Gostei bastante das esculturas. Ele era muito criativo, misturava madeira com rochas, bronze com pedaços de outros objetos. Achei muito interessante”, comenta o pequeno Carlos Eduardo Batista, 10. O colega de classe do menino, Dherick Silva, 11, reforçou a observação do amigo. “Ele via o que as pessoas comuns não enxergavam. A maneira como se expressava era bem original”, opina.

Já as primas Myrielly da Rosa, 10, e Emily Beatriz de Lima, 11, não se surpreenderam diante da arte de Joan Miró. “Parece desenho de criança. Em alguns, até parece que ele está desenhando algum bicho”, compara a menina, que também teve contato recente com as obras do artista por meio das aulas de arte do colégio.
Os idosos também apreciaram as obras do artista catalão e se surpreenderam com sua disposição e criatividade. “Ele morreu lúcido com 90 anos de idade e ainda produzindo. Isso é espetacular”, observa Aparecida Santana da Silva, 93. “A expectativa era grande para conhecer a exposição. É uma oportunidade que não se repete, né?”, comenta. Inácia Trajano Custódio, 63, também gostou muito da exposição. “Me chamou a atenção as cores vibrantes. Ele viajava e faz a gente viajar junto”, conclui.

Bruno Ropelato/ND
Grupo de idosas também visitou a mostra internacional


Miró e a arte moderna

A exposição internacional “Joan Miró: A Força da Matéria” tem trazido turmas com crianças de escolas de diferentes regiões de Santa Catarina – a visitação mediada pode ser agendada por meio de contato anterior com a FCC (Fundação Catarinense de Cultura). A Arteris, empresa que patrocina a mostra, levará aproximadamente 300 estudantes de escolas públicas e instituições sociais nos próximos dias 6, 7, 8 e 9 de outubro à exposição no Masc. O catalão Joan Miró, que morreu em 1983, com 90 anos de idade, foi um vanguardista da arte moderna e um dos grandes representantes do surrealismo. A exposição “Joan Miró: A Força da Matéria” divide a carreira do artista catalão em três fases: anos 1930 e 1940, em que o pintor rompe com as escolas tradicionais e explora a imensidão do surrealismo; nos anos 1950 e 1960, que traz a presença maior de diferentes técnicas e experimentações dos materiais no campo da escultura; e nos anos 1970, em que diversifica ainda mais seu trabalho, questionando o sentido da arte com gravuras. 

Visitação “Joan Miró: A Força da Matéria” no Museu de Arte de SC

Quando: 12/9 até 15/11
Onde: Masc, CIC, av. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis, tel. 48 3953-2380.
Quanto: Gratuito

Turnos de visitação: a distribuição das senhas começa 30 minutos antes de cada turno até terminar as 350 senhas por período.

 10h às 12h;
 13h às 16h;
 17h às 19h (de terça-feira a sábado) e 17h às 18h (aos domingos e feriados).

A visitação, após entrada na mostra obedecendo aos turnos, pode ser feita até 20h30, de terça a sábado, e até às 19h30 nos domingos e feriados. Agendamento para visitação de grupos: pelo tel.(48) 3664-2633, de seg. a sex., das 14h às 17h. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade