Publicidade
Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
Descrição do tempo
  • 22º C
  • 14º C
  • #TORCIDANDPor dentro do Grupo B: as escalações, histórico e informações da 2ª rodadaMAIS COPA

A Florianópolis do ladrão de galinha ficou pra trás; parece o Rio de Janeiro nos anos 80

Paulo Alceu

Lembro-me quando cheguei no Rio de Janeiro, na década de 70, da tradição do malandro, da violência distante. Bela por natureza.  Na década de 80 começou a contaminação, até alcançar os dias de hoje, com altos índices de criminalidade, mantendo a população refém. O mesmo ritmo que aconteceu por lá, naquele período, está se repetindo aqui em Florianópolis. Bairros onde a polícia não entra. Pessoas tendo dificuldade de voltar para casa em determinados horários. Locais proibidos de circular, se a intenção é o amor à vida. Recordes em homicídios, insegurança. Estamos caminhando, à passos largos, para uma situação que, caso não seja atacada com comprometimento, estaremos fadados a conviver com o domínio da criminalidade, que vem avançando a cada ano que passa. A Florianópolis do ladrão de galinha ficou lá pra trás.

Violência na Costeira do Pirajubaé - Marco Santiago/ND
Violência na Costeira do Pirajubaé - Marco Santiago/ND



Publicidade
Publicidade
Publicidade