Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

O dia-a-dia de Joinville e região contado por Luiz Veríssimo.

  • Manutenção da iluminação pública em Joinville

    Em nota de esclarecimento publicada em nossa edição de fim de semana, o diretor-superintendente da Luminapar, Giuseppe Nappa, garante que nestes seis meses de trabalho em Joinville  (através de um contrato emergencial) sua empresa está cobrando pela manutenção dos 52.959 pontos (postes) apenas R$ 4,04. Apenas porque este valor médio é muito maior em outras cidades. Em São Francisco do Sul, o edital de licitação cita R$ 9,64 e São José, uma das maiores cidade catarinense, o edital fala em R$ 7,40. Na próxima semana serão abertos os envelopes da licitação para os serviços de manutenção para os próximos 30 meses. A Luminapar está concorrendo.

    Gargalo
    O problema vem acontecendo desde que a avenida Marques de Olinda foi inaugurada. No mínimo uma falha no projeto de engenharia, que não avaliou a “pororoca” que viria a acontecer na esquina com Ottokar Doerffel, hoje um dos maiores gargalos no trânsito de Joinville. O mais grave é que ali é uma importante[...]

    Leia mais
  • Joinville menosprezada na composição do secretariado

    Onde estavam nossas principais lideranças, principalmente Luiz Henrique e Paulo Bauer, quando o futuro governador estava definindo seu secretariado? É muito pouca a participação de Joinville no governo Colombo. A escalação do time aconteceu e a região ficou com uma representação abaixo do esperado. Só Saúde e Educação? É muito pouco para a importância do apoio dos joinvilenses nas urnas. Vale lembrar, também, que sem a articulação de Luiz Henrique (Tríplice) Colombo não se elegeria. Perdemos espaços importantes, como o Deinfra. Neste quadro, aumenta a responsabilidade da nossa bancada (Darci, Nilson e Kennedy), que vai precisar trabalhar bastante fora da Assembléia Legislativa.

    Golpes de foice
    Um menor de 16 anos, que mora em Joinville, planejou e participou do assassinato do marido de sua avó. Ele viajou até São José dos Pinhais (PR) na companhia de outro menor e de Edilson Schaefer, 20 anos, só para matá-lo. Depois de levar R$ 2 mil, eles mataram o[...]

    Leia mais
  • Os elevados de Kennedy Nunes em Joinville

    Causou surpresa a veiculação dos outdoors anunciando que o deputado Kennedy Nunes (PP) “garantiu” R$ 7 milhões para construção de quatro elevados em Joinville. A primeira surpresa é que a informação não é verdadeira, já que a emenda ao PPA de R$ 7 milhões foi rejeitada pela Assembléia Legislativa. Não acredito que o deputado Kennedy tenha tido a intenção de enganar os joinvilenses. Certamente contratou a agência e aprovou o texto antes de saber da rejeição da emenda.

    Omissão
    O fato de ele ter assumido sozinho a “paternidade” não tem desculpas. A emenda de R$ 7 milhões (rejeitada) foi apresentada pelos três deputados de Joinville. No mínimo uma desconsideração com os colegas Darci de Matos (DEM) e Nílson Gonçalves (PSDB).

    Promoções
    Primeiro foi a possibilidade Jucélio Girardi ser nomeado diretor da Celesc, que ainda está de pé. Terça-feira (21) foi a vez de Tânia Eberhadt. Ela foi convidada pelo futuro secretário para integrar sua equipe[...]

    Leia mais
  • Os elevados de Kennedy Nunes em Joinville 2

    Sobre a informação de quarta-feira (22) da coluna, com o mesmo título, o deputado estadual Kennedy Nunes esclarece o seguinte. “A minha emenda (76) foi aprovada sim. As do Darci (79) e do Nílson (77) não foram aprovadas porque eles não apresentaram destaque para o Plenário. Portanto, a única emenda aprovada foi a 76, que é minha (todas as três eram com o mesmo valor de R$ 7 milhões). A minha foi aprovada no PPA por 19 votos dos 21 deputados presentes. Apenas os deputados Sopelsa e Elizeu Mattos votaram contra”.

    Rejeitada
    Kennedy Nunes lembra que foi rejeitada a sua emenda 114 para o orçamento de 2011. Nesta rejeição aconteceu um fato interessante. Na votação em plenário deu empate (14 a 14) e o presidente Jorginho Mello (PSDB) “desempatou contra”. Graças a sua dobrinha com Nílson Gonçalves, o mesmo Jorginho conseguiu expressiva votação em Joinville

    Clube do bolinha
    Interessante os números revelados pelo portal Exame.com sobre os funcionários da[...]

    Leia mais