Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

O dia-a-dia de Joinville e região contado por Luiz Veríssimo.

Presentes de Natal para Joinville

Luiz Veríssimo

Em menos de 24 horas, Joinville recebe dois equipamentos importantes. Quinta-feira (16), a inauguração da casamata do Acelerador Linear no Hospital São José. Este moderno equipamento será utilizado para tratamento do câncer e foi doado pelo governo estadual, que pagou US$ 930 mil (R$ 1,6 milhão). Sexta-feira (17) pela manhã, o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville apresentou à imprensa a nova plataforma elevatória, que terá condições de combater incêndios em até 54 metros. Fabricado na Finlândia e único em funcionamento no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, o equipamento foi doado pelo governo estadual, que pagou um milhão e 75 mil euros (cerca de R$ 2,5 milhões). Se alguém tinha dúvidas sobre a importância de ter um governador de Joinville, estes dois presentes de R$ 4,1 milhões respondem.

Exemplo
Adílson Girardi é uma das muitas vítimas dos contumazes engarrafamentos da rua 15V de Novembro e um exemplo da necessidade do futuro binário da Vila Nova. Dono de um jornal em seu bairro e chefe da divisão de patrimônio da Prefeitura há anos, ele vem para o Centro por volta das 7h e retorna depois das 17h. Para ir e voltar do trabalho gasta duas horas, uma para ir e outra para voltar. Todos os dias úteis.

Vítima
Há pouco tempo ele consultou um traumatologista para se livrar de uma incômoda dor na perna. Exames identificaram que a origem era o repetitivo exercício de acionar a embreagem do carro. O trajeto de nove quilômetros que Girardi faz todo o dia para ir até a Prefeitura leva em média uma hora. Recentemente, ao vir até o Centro de madrugada para ir até ao aeroporto, ele fez o mesmo percurso em apenas nove minutos.

Maracujá
Parece que o prefeito Carlito Merss finalmente tem deixado seu característico comportamento raivoso de lado. Na quarta-feira deu aval para sua bancada votar e eleger Odir Nunes (DEM) para presidente da Câmara de Vereadores, mesmo sendo ele um dos seus mais fervorosos críticos no Legislativo. Quinta-feira, recebeu em seu gabinete seu principal adversário político em Joinville e seu antecessor, Marco Tebaldi.

Comunidade
Merece elogios o comportamento do futuro secretário da Educação. Antes mesmo de assumir, procurou seu adversário para tratar de assuntos da comunidade, notadamente na educação. Também deixou qualquer revanche política para trás. Anunciou quatro das 20 escolas que receberá de Brasília.

Irmão
Aliás, para sorte de Joinville, que o responsável pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) é o gaúcho Daniel Balaban, irmão do publicitário André, diretor-executivo da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville.

Licitação
Na próxima quarta-feira (22) serão abertos os envelopes da maior licitação da atual administração. O consórcio Sabenco, o grupo Santa Rita e a Luminapar disputam um contrato de R$ 18 milhões da iluminação pública. Sabenco operava no governo Tebaldi e a Luminapar tem o contrato emergencial do atual governo.

Aliança
Darci de Matos (DEM) e Kennedy Nunes (PP) já firmaram uma aliança para 2014. Quem for para o segundo turno apóia o outro. Mesmoesquema que Kennedy fez com Carlito em 2008.

União
Esta semana, a Assembléia não aprovou os recursos dos elevados de Joinville no orçamento de 2011, mas eles garantem que, ao lado de Nilson Gonçalves (PSDB) irão conseguir as obras por outros recursos.

Frase
“Podemos estar juntos (com o DEM) no primeiro ou no segundo turno. Vou fazer de tudo para livrar minha cidade deste governo de mentiras”.
Deputado Kennedy Nunes, ao admitir apoiar Darci de Matos no primeiro turno.

 

 

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade