Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

O dia-a-dia de Joinville e região contado por Luiz Veríssimo.

Domínio Dona Francisca

Luiz Veríssimo

Um negócio milionário: a extensa propriedade do Domínio Dona Francisca teria sido vendida para um jovem empresário de Joinville, que não é herdeiro. O valor teria sido de aproximadamente R$ 8 milhões, certamente muito abaixo do seu valor de mercado. Afinal, integrava o patrimônio original do “domínio” 25 léguas de terra – ou 1,5 milhão de metros quadrados – que incluem parte dos municípios de Joinville, São Francisco do Sul, Schroeder, Guaramirim, Campo Alegre, São Bento do Sul, Araquari, Jaraguá do Sul, Garuva e Corupá. Uma reportagem do ND (12/12/2013) cita Luís Roni da Silva Fontoura como proprietário da empresa Domínio Dona Francisca Ltda e um sócio, que foi identificado apenas como Mário. A coluna tentou localizar ontem aquele que seria o novo proprietário, mas ele não atendeu o celular.

Origem

O nome da empresa está relacionado à princesa Francisca Carolina, filha de Dom Pedro 1º. Ela recebeu a extensa área como dote de casamento em 1843. Mais tarde, por falta de dinheiro, a família vendeu oito das 25 léguas para o alemão Mathias Schroeder, fundador da Colônia Dona Francisca, que deu origem a Joinville.

 

 

Torcedor ilustre

 

Jaksson Zanco/Secom/ND
No camarote. Presidente veio acompanhar o trabalho da filha na Arena e assistiu o jogo com os prefeitos Udo Döhler(Joinville) e Ademar Borges (Barra do Sul)

 

A presença do presidente da Fatma (Fundação Estadual do Meio Ambiente), Murilo Flores, e sua mulher no camarote da Prefeitura de Joinville na Arena, no último sábado, despertou muita curiosidade. Ele pretendia comprar os ingressos para assistir o jogo contra a Ponte Preta, mas como estavam esgotados dias antes, sua filha recorreu à assessoria de Comunicação da Prefeitura. Do camarote, o casal vibrou com a vitória do JEC e com sua filha, que esteve no gramado trabalhando como repórter na transmissão de TV, em rede nacional.

 

Vice-campeão

No jogo em São Luís (MA), a vitória garantiu a classificação á Série A. No sábado (15), a vitória assegurou, matematicamente, o vice-campeonato da série B. Agora é buscar o título nas três últimas partidas.

Aproximação

Um assessor muito próximo do deputado Darci de Matos (PSD) está admirado com o estreito relacionamento entre ele e o deputado federal Mauro Mariani (PMDB). Uma aproximação que não era notada antes da última eleição. Darci já o chama de “meu amigo”.

Radares

Em Florianópolis, a licitação dos radares eletrônicos acabou em denúncias de propinas e outras acusações. Em Joinville, o prefeito Udo Döhler está tomando muito cuidado com a licitação para que ela não seja “judicializada”. O texto atual é o quarto (e último) que foi elaborado pelos técnicos. Udo não gostou dos anteriores e mandou trocar o “redator” de cada um deles. Em 2015, Joinville vai ter, finalmente, a volta dos “pardais”.

Autorização

Na luta para viabilizar a emenda parlamentar de R$ 25 milhões, Darci de Matos (PSD) recorreu à deputada estadual Ângela Albino (PC do B), de Florianópolis, amiga pessoal do ministro Aldo Rebelo. A ajuda deu certo: ela ligou para o ministro dos Esportes, que estava no exterior, e conseguiu a necessária autorização para que a emenda fosse cadastrada no sistema conhecido como Sinconv.

Empenho

Vencida esta etapa no Ministério dos Esportes, a emenda precisa ser empenhada no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Amanhã (18), a ministra Mirim Belchior recebe uma delegação liderada pelo governador Raimundo Colombo e pelo o prefeito Udo Döhler. Darci de Matos viaja no avião do governador e Udo Döhler em voo regular.

Assessoria

O prefeito de Joinville vai levar o secretário Marco Aurélio Braga (Comunicação) e o seu inseparável fotografo Jaksson Zanco. Eles viajam pela manhã e retornam no final da tarde.

 

Divulgação/ND
Finalista. O médico Hercílio Alexandre da Luz Filho é finalista do prêmio “Empreendedor Social”, que é realizado pelo jornal “Folha de S. Paulo”, em parceria com a Fundação Schwab, que tem sede em Genebra (Suíça). O presidente da Fundação Pró-Rim está entre os seis finalistas deste prêmio, que também é realizado em outros países, como França, Índia, Israel, Filipinas, Suíça e Venezuela. No Brasil, o vencedor será conhecido dia 2 de dezembro, no Masp (Museu de Artes de São Paulo)

 

Patrocinadores

O prêmio tem o patrocínio da CNI (Confederação Nacional da Indústria) e da Vale (Companhia Vale do Rio Doce). Os finalistas também recebem outros benefícios, como auditorias financeiras, bolsas de estudo, acesso a congressos e seminários.

mURAL

- As secretarias Tânia  Eberhardt (Estado) e Larissa Brandão (Município) são as palestrantes de hoje  do “Ciclo de Debates” pela FUG (Fundação Ulysses Guimarães).

- O evento será no auditório da Faculdade Anhanguera, às 19h30.

- Uma hora antes, o senador Luiz Henrique (PMDB) fala na reunião do Conselho da Acij (Associação Empresarial de Joinville).

- Uma grande torcida pela “combinação de resultados” para que a última partida contra o Oeste de Itápolis seja decisiva.

- Neste caso, seria transferida para Curitiba, onde milhares de joinvilenses iriam invadir a cidade. O Oeste já propôs a transferência.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade