Fabrício Aguirre
Perfeito, que os estúpidos não ajam contra as individualidades. O museu tem a liberdade de decidir qual seu público alvo e este critério deve ser mantido. A liberdade individual devem ser respeitadas, mesmo que contrariem os estúpidos.
Leon de Paula
Quero crer, então, que pela tua estultícia "primorosa" é que deva ser medida para toda a decência, moralidade e correção do mundo, Sr. Prates...? Poupe-nos! Mas não espero (nem de ti, nem do dono desse veículo de comunicação) nenhum tipo de entendimento outro que não seja o da estupidez (como bem dizes, no início do teu escrito).
Mais comentários