Publicidade
Sexta-Feira, 24 de Março de 2017
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 21º C
  • JEC vence o Criciúma no último lance e lidera o returno do Estadual

    Renan Teixeira marca o gol da vitória - Assessoria JEC
    Renan Teixeira marca o gol da vitória - Assessoria JEC


    Se o jogo terminasse 4 a 0 pelo que criou o JEC, o placar seria natural e até justo. Mas não foi. O JEC abusou de perder gols, mas teve a maturidade de um time que quer algo a mais no returno da competição, para, no último lance fazer o gol da vitória.

    No primeiro tempo, o JEC foi sufocar o Tigre apenas nos minutos finais, quando Bruno Rodrigues e Fabinho Alves, tiraram chances cara a cara com Edson, mas perderam as oportunidades.

    Na segunda etapa, o JEC continiou melhor e perdeu uma chance novamente com Fabinho Alves cara a cara com o goleiro Edson. O Tigre, depois disso, pressionou o JEC, mas aí Barreto, aos 17 minutos de jogos, infantilmente foi expulso e desarticulou o time de Deivid.

    Fabinho Santos, então, colocou Aldair na vaga do volante Roberto e o jogo virou ataque contra defesa.

    Aldair, Fabinho, Bruno Rodrigues perderam gols incríveis. Da beirada do gramado, o técnico Fabinho pedia para que os[...]

    Leia mais
  • Fora de casa, Joinville bateu Blumenau pela Liga Ouro

    Basquete de Joinville vence  a segunda na temporada - Henrique Santos
    Basquete de Joinville vence a segunda na temporada - Henrique Santos



    Assim como ocorreu na abertura da Liga Ouro de Basquete, no dia 7, Blumenau e Joinville fizeram um grande jogo que apontou o vencedor somente nos últimos segundos. Com uma virada faltando menos de 1:30, Joinville novamente derrotou Blumenau no Ginásio Galegão. Dessa vez, o placar registrado na noite desta terça (21) apontou 76 a 70 para os visitantes.

    Nem mesmo os norte-americanos Stocks e Gaines, os principais pontuadores da partida com 18 e 17 pontos respectivamente, conseguiram parar os joinvilenses que tiveram Maxwell com 16 pontos.
    Com essa vitória, Joinville acumula 5 pontos (2 vitórias e 1 derrota), enquanto os blumenauenses têm 6 pontos fruto de 2 vitórias e 2 derrotas.
    Opinião
    Uma mescla de jovens atletas com outros já rodados, tem dado ao time do Joinville uma sustentação interessante na competição. Vai brigar pelo acesso à NBB e nas mãos de Kelvin Soares tem[...]
    Leia mais
  • Meninos do JEC seguram o Cruzeiro na Arena. Valeu, demais!

    JEC segurou a Raposa na Arena - Beto Lima/JEC
    JEC segurou a Raposa na Arena - Beto Lima/JEC


    Os meninos do JEC, conquistaram um resultado excelente na noite dessa terça. Seguraram o bom time reserva do Cruzeiro na Arena, em um jogo de muitas oportunidades, mas que o placar não saiu do 0 a 0.

    O time mineiro teve inúmeras oportunidades para vencer. Em algumas delas parou no goleiro Ferreira, o melhor jogador do Tricolor em campo, e em outras, na má pontaria dos comandados de Mano Menezes.

    O empate pode sim ser comemorado. No time do JEC, muitos meninos faziam seu primeiro jogo como profissional. Julian Tobar, armou uma equipe que funcionou bem pelo lado direito com Janderson e Lucas Sum. Esse último, enquanto teve pernas, foi uma excelente válvula de escape um bom lateral-direito.

    Do outro lado, consagrados como Dedé, Mayke, Lucas Silva e Fabrício, abrilhantaram um jogo de uma competição que nasceu morta. Espero, não ver mais essa inutilidade em 2018 chamada Primeira Liga. Algo criado para combater a[...]

    Leia mais
  • Matheus Albino renova com o JEC até 2019 e estará a disposição para o jogo contra o Tigre

    Matheus renova com o JEC até 2019 - Beto Lima/Assessoria JEC
    Matheus renova com o JEC até 2019 - Beto Lima/Assessoria JEC


    O goleiro Matheus aceitou a proposta do Joinville e renovou com o clube até 2019. Com isso, foi reintegrado ao elenco e já treinou visando o confronto contra o Criciúma na quinta, na Arena Joinville.

    Opinião

    Matheus acertou em renovar com o JEC. Recém promovido ao profissional, o goleiro precisa de visibilidade. Com 20 anos ele precisa pensar em jogar bola, se firmar na posição para posteriormente em algo melhor para a carreira. A hora é de mostrar serviço com a camisa 1. Seu foco tem de ser a titularidade.

    O goleiro Ivan quando veio do Operário-PR, chegou ganhando pouco mais de R$ 5 mil e saiu daqui, ganhando mais de R$ 60 mil por mês. Por que? Mostrou qualidade em campo, foi bicampeão brasileiro pelo JEC e fundamental para as conquistas do clube. 

    A hora é de jogar, Matheus. Ou melhor, não deixar os atacantes se consagrarem. Depois disso, tenha certeza que a valorização é natural. 

    Leia mais