Publicidade
Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

A economista Janine Alves traz os principais fatos da economia de Santa Catarina e do país com uma leitura descomplicada e acessível, evitando o “economês” e buscando sempre traduzir os assuntos mais importantes da área para os leitores do ND. 

  • Cervejaria de SC conquista o maior número de medalhas para o Brasil em concurso mundial

    A cervejaria Lohn Bier foi a maior vencedora do Brasil na segunda etapa do World Beer Awards 2017, realizado em Londres no último dia 10. Com apenas três anos de existência, a empresa independente e familiar, localizada na cidade de Lauro Müller, interior de Santa Catarina, conquistou um total de nove medalhas no evento que é considerado a Copa Mundial de Cervejas. Participaram cervejarias de todos os continentes e foram avaliados mais de 1900 rótulos de 36 países. A Lohn ganhou quatro medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze. “Já temos 25 medalhas, inclusive fomos considerada a melhor cervejaria da América Latina neste ano, mas esta, sem dúvida é uma das mais importantes. É um reconhecimento mundial”, pondera Eduardo Felisbino, empresário da Lohn, lembrando que nenhuma outra cervejaria do País somou tantas medalhas sozinhas quanto a Lohn Bier nesse evento.

    As medalhas de ouro foram para as cervejas Ipa Serra do Rio do Rastro, Quadruppel e Carvoeira[...]

    Leia mais
  • A cervejaria catarinense Lohn Bier recebeu o prêmio de melhor cerveja do mundo

    A cervejaria de Lauro Müller, Lohn Bier, ganhou na última quinta-feira (10/8) o prêmio máximo na competição World Beer Awards. A cerveja da marca, Catharina Sour de Uva Goethe, foi eleita a melhor cerveja do mundo na categoria Flavored Fruit & Vegetable da competição global, que prêmia internacionalmente as melhores cervejas do mercado. Produzida com a Uva Goethe,  tradicional de Urussanga, os catarinenses estão fazendo bonito mundialmente.

Publicidade
Publicidade