Publicidade
Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2018
Descrição do tempo
  • 17º C
  • 11º C

A economista Janine Alves traz os principais fatos da economia de Santa Catarina e do país com uma leitura descomplicada e acessível, evitando o “economês” e buscando sempre traduzir os assuntos mais importantes da área para os leitores do ND. 

  • Cuidado com cobrança indevida e parcelamento abusivo nas prestações

    Quando houver muita facilidade para parcelar uma compra e com prazo de carência de alguns meses para o primeiro pagamento: des-con-fie! Geralmente o consumidor é informado apenas do valor na prestação e não recebe informação sobre os juros que vai pagar. Nesse caso, as taxas abusivas de juros que podem ultrapassar os 100% e dobrar o valor a ser pago pela compra. Fique atento as cobranças abusivas. O Código de Defesa do Consumidor, em seu art. 42 disciplina as cobranças indevidas e prevê a devolução do valor em dobro, com a respectiva incidência de juros e correção monetária. O consumidor que se sentiu lesado por alguma dessas práticas, pode procurar o Procon e o Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon).

  • Sites ajudam a negociar dívidas com bancos, operadoras de cartão de crédito, telefonia

    59,6% das fa­mí­li­as bra­si­lei­ras estão en­di­vi­da­das, o que cor­res­pon­de a quase dois ter­ços da po­pu­la­ção, segundo levantamento da Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal do Co­mér­cio de Bens, Ser­vi­ços e Tu­ris­mo mostrou que, em ju­lho. Ou­tros 23,7% se en­con­tram com dí­vi­das ou com con­tas em atra­so e 9,4% relataram que não te­rão con­di­ções de pa­gar. A Serasa Experian corrobora com a tendência e, em dado divulgado no mês passado, mostra que 61,8 mi­lhões de bra­si­lei­ros (ou 42,66% da po­pu­la­ção adul­ta) es­tão na con­di­ção de ina­dim­plen­tes. Na me­di­ção da Se­ra­sa, o to­tal de dí­vi­das em atra­so al­can­çou em ju­nho des­te ano a mag­ni­tu­de dos R$ 273,4 bi­lhões, ou R$ 4,4 mil por CPF.

    Está endividado? Alguns sites podem ajudar na renegociação: Em todos os sites, a pessoa deve fornecer o CPF, alguns dados pessoais e um e-mail ou telefone de contato,[...]

    Leia mais
  • Construção Civil Cenário aponta crescimento de 1,8% nos próximos três anos

    O desenvolvimento da indústria brasileira da construção nos próximos três anos depende crucialmente da capacidade de recuperação econômica. Mas mesmo que a economia cresça, as dificuldades dos mercados internacionais prejudicam uma retomada mais forte e rápida até 2020 - no melhor dos cenários para o Brasil, o crescimento do setor não ultrapassa a taxa de 1,8% ao fim do próximo triênio.

    Este é o diagnóstico que aponta a pesquisa "Cenários prospectivos: os impactos da produtividade da indústria construtiva 2018-2020", produzida pelo Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae Santa Catarina. O material, disponível gratuitamente neste link, apresenta três cenários possíveis para os próximos anos, a partir de metodologia que analisa o panorama do setor e as tendências futuras identificadas. Além dos cenários, o SIS/Sebrae indica ações aos empreendedores em cada situação apresentada no estudo.

    Leia mais
  • Oportunidade para startups: MIDITEC tem cinco vagas para incubação presencial e virtual

    O MIDITEC, incubadora gerida pela Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) com apoio do Sebrae/SC e que foi eleita a quinta melhor incubadora do mundo pela UBI Global, está recrutando novas startups. São cinco vagas para incubação presencial e virtual e os projetos podem ser submetidos até o dia 19 de agosto, por este link https://gust.com/programs/miditec-incubacao2018. Ano passado as startups incubadas faturaram aproximadamente R$ 5 milhões e geraram mais de 100 empregos no estado. No total, desde 2013, foram mais de 1,6 mil novos postos de trabalho gerados pelo crescimento das startups que integram o MIDITEC, e cerca de R$ 149 milhões de recursos captados.

Publicidade
Publicidade