Publicidade
Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 17º C

São décadas de experiência como sinônimo de cobertura completa e bem informada do submundo do crime, os bastidores da segurança pública e do dia a dia de quem trabalha para deixar o cidadão tranquilo. Nada escapa ao olhar afiado do principal nome da crônica policial catarinense.

Polícia Militar e Anatel fecham rádio clandestina em Itapema

Hélio Costa

Equipamento de transmissão foi apreendido - Divulgação/ND
Equipamento de transmissão foi apreendido - Divulgação/ND



A Polícia Militar e a Agência Nacional de Telecomunicações fecharam uma rádio clandestina que funcionava no primeiro andar de um edifício em Itapema, no bairro Meia Praia, litoral Norte de Santa Catarina, distante 67 km de Floranópolis. A PM entrou no caso por um acaso do destino. Durante ronda de rotina no bairro Meia Praia, uma guarnição desconfiou do comportamento de dois homens que estavam na frente de um edifício.

Os policiais se aproximaram e constataram que eram funcionários da Anatel e estavam ali verificando denúncia de rádio clandestina. Então, os soldados se aliaram aos técnicos da agência de telecomunicação e entraram no apartamento 102 onde foi feito o flagrante. Os agentes autuaram o autor e lacraram os equipamentos utilizados para transmissão. O casso foi repassado à Polícia Federal

Publicidade
Publicidade
Publicidade