Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Diariamente o comentarista aborda a rotina, contratações e analisa os jogos de Avaí e Figueirense. A história do futebol Catarinense é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que fizeram história no futebol do estado.

Figueirense: os bastidores da saída do treinador Milton Cruz

Milton Cruz foi convidado para trabalhar no futebol interno do Figueirense, não aceitou. Está fora

Fábio Machado
10/09/2018 16h31

DEMISSÃO DO CRUZ

No Figueirense uma situação inusitada: o treinador é demitido após ganhar o clássico e empatar com o líder Fortaleza fora de casa na sequência. Só que esses resultados considerados excelentes desmoronam no jogo seguinte em casa. Na derrota para o CSA, vice-líder da competição e a consequência extracampo desse resultado negativo, fazem com que Milton Cruz deixe o cargo.  A verdade é que o treinador não assimilou bem a “invasão” na coletiva quando dois torcedores o xingaram. Essas vozes “vazaram” nos áudios da entrevista. Milton Cruz ficou desconcertado, desorientado e não conseguiu organizar as palavras. Mesmo que tenha dito que estava acostumado com essa situação na época em que trabalhava no São Paulo. Foi visível o seu desconforto. Resumo: os fatores externos é que levaram a sua saída. Não havia mais clima para sua permanência.

PRESSÃO

Num primeiro momento a diretoria negou a saída do profissional. O presidente Cláudio Vernalha tentou fazer o Milton Cruz mudar de ideia. A relação entre os dois sempre foi de confiança mútua. Era perceptível nas palavras, nas entrevistas. O dirigente sempre defendeu o “professor”.No entanto a pressão, as ofensas é que fizeram o treinador bater o pé e nem aceitar uma ideia que o Vernalha e o próprio Milton Cruz tinham em mente para o futuro: que o treinador assumisse o cargo de “manager” no estádio Orlando Scarpelli.  Não teve jeito. O trauma foi muito grande e definitivamente os fatores externos influenciaram na sua saída: nem comandante e nem “homem do futebol”. Cruz quer seguir a sua carreira (de treinador ) em outro clube.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade