Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

  • Pedido de beatificação de catarinense será entregue a arcebispo de Florianópolis

    Durante a festa da padroeira Santa Catarina de Alexandria, no próximo domingo (25), o arcebispo Dom Wilson Jönck vai receber o pedido de abertura do processo de beatificação de Marcelo Henrique Câmara, promotor de Justiça que morreu há uma década, aos 28 anos. O libelo que será entregue durante uma missa campal em frente à Catedral Metropolitana, leva a assinatura do padre Vitor Galdino Feller, vigário geral e conselheiro espiritual da associação que leva o nome de Câmara. Em março foi lançado em Florianópolis o livro "No Caminho da Santidade: a vida de Marcelo Câmara, um promotor de Justiça", escrito por Maria Zoé Espíndola. O ato é o início formal de um processo que terá tramitação no Vaticano.

    Livro lançado em março resgata a trajetória de Marcelo Câmara - Reprodução, ND
    Livro lançado em março resgata a trajetória de Marcelo Câmara - Reprodução, ND



    Leia mais
  • OAB-SC propõe que unidades em situação irregular paguem conta de água mais alta

    Os altos problemas relacionados à rede de esgoto e drenagem pluvial - e o Projeto Se Liga na Rede, em Florianópolis, tem mostrado isso - motivaram uma proposta que prevê a "oneração econômica" dos donos de imóveis que estejam em situação irregular. A sugestão, capitaneada pela Comissão de Meio Ambiente da OAB-SC, é que a conta de água dos consumidores que não demonstrarem regularidade nas conexões seja mais alta. "É uma iniciativa revolucionária e indispensável", diz a advogada Rode Martins, presidente da comissão. "Vai gerar uma responsabilidade socioambiental para cada edificação", complementa.

    A OAB vai trabalhar no detalhamento do projeto, com elaboração de uma minuta a ser encaminhada aos municípios. Florianópolis aprovou a ideia durante a 2a Conferência de Saneamento, realizada entgre março e junho deste ano.

    Leia mais
  • Regulamentação sobre a Ilha do Campeche volta a ser discutida em Florianópolis

    O Ministério Público Federal convocou os representantes do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e associações de pescadores e de barqueiros para conversa sobre o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que vai regular a visitação e preservação da Ilha do Campeche na temporada 2018/2019. A reunião com a procuradora da República Analúcia Hartmann está marcada para a próxima sexta-feira (23), na sede do MPF. Novamente, o ponto central da discussão principal será a fiscalização para garantir o cumprimento sobre o acordo, como a regra que trata do número máximo de visitantes. No verão passado, ficou definido o limite de 800 pessoas por dia, mas a atuação de barcos irregulares extrapolou essa quantidade. Tombada como patrimônio, e na lista dos oito mais importantes sítios arqueológicos do país, a Ilha do Campeche recebe cerca de 70 mil visitantes a cada temporada.

    Leia mais
  • Prefeitura de Florianópolis admite erro em orçamento para o sistema cicloviário

    A Prefeitura de Florianópolis admitiu nesta quinta-feira (15) que os valores previstos no projeto orçamentário para investimentos no sistema cicloviário em 2019 estão abaixo do que determina a legislação municipal. Emenda à LDO, do veeador Maikon Costa (PSDB), aprovada em julho e sancionada por Gean Loureiro (MDB), determina que o modal receba investimentos de 20% do Fundo Municipal de Trânsito, algo em torno de R$ 3,6 milhões.

    Ocorre que o texto em tramitação no Legislativo dstina apenas R$ 1,9 milhão. Segundo o chefe de gabinete da PMF, Bruno Oliveira, houve um erro na elaboração do projeto e o valor correto acabou saindo em outra rubrica. O governo pediu que o líder na Câmara, vereador Renato Geske, corrija o equívoco. A questão está sendo acompanhada de perto pela Amobici (Associação de Mobilidade por Bicicleta e Modos Sustentáveis).

    Leia mais