Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

  • Manobra impede votação de projeto que proíbe pontos facultativos em Florianópolis

    Com a apresentação de uma emenda de última hora, nesta quarta-feira (4), foi adiada a votação do projeto de resolução que proíbe pontos facultativos na Câmara de Florianópolis. Na avaliação de Bruno Souza (PSB), um dos autores, foi uma manobra regimental encampada pelos vereadores que se abstiveram na votação de novembro passado de proposta similar que impedia emendar feriados na Prefeitura de Florianópolis. 

    A emenda apresentada inclui a expressão “salvo em dias de véspera de Natal e do Ano Novo” no artigo que veda a concessão de ponto facultativo em dias úteis. Com o fato novo, o assunto precisa, no entanto, voltar a tramitar nas comissões permanentes da Casa, incluindo a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). “O que esse projeto tentava fazer era retirar um privilégio da Câmara de Vereadores e igualar vereadores a todos os outros brasileiros. Não há outro sentimento possível além da frustração”, afirmou Bruno.

    Em 2016, cada morador de Florianópolis pagará R$ 118 pela Câmara de Vereadores - Arquivo/Daniel Queiroz/ND
    Projeto impede que[...]
    Leia mais
  • Projeto sobre fim de pontos facultativos será votado em Florianópolis

    Está na pauta da sessão desta terça-feira (3)  projeto de resolução que, se aprovado, acaba com os pontos facultativos na Câmara de Vereadores de Florianópolis. Na prática, impede os feriadões prolongados, quando as sextas ou segundas-feiras são “enforcadas” em caso de feriados nos dias anteriores ou posteriores. A proposta foi assinada pelos vereadores Bruno Souza (PSB), Maikon Costa (PSDB) e Rafael Daux (MDB). “O funcionamento diário desta Casa custa ao pagador de impostos a quantia de R$ 214.285,71, sento intolerável que, em dia útil para todos os trabalhadores da iniciativa privada, esta Câmara se feche à população”, justificaram os vereadores. Em novembro do ano passado, faltando apenas um voto, o Legislativo municipal rejeitou uma proposta, reapresentada este ano por Bruno, que proibia “esticar” os feriados no Executivo. Meses depois, no entanto,, o prefeito Gean Loureiro (MDB) baixou um decreto com a medida, mas ele vale apenas para 2018 e o[...]

    Leia mais
  • Decreto regulamenta feriados e acaba com pontos facultativos em Florianópolis em 2018

    O prefeito Gean Loureiro (PMDB) assinou nesta segunda-feira (26) o decreto 18.456, que acaba com os pontos facultativos no serviço público municipal em 2018. O texto define o calendário de feriados (abaixo) que deverão ser seguidos pelos servidores, sem a tradicional "esticadinha" e os famosos feriadões prolongados. Além disso, prevê que nos dias sem expediente o atendimento dos serviços públicos essenciais deverá ser garantido "por intermédio de escalas de serviço ou plantão".

    Os feriados de 2018
    30 de março, sexta-feira, Paixão de Cristo
    21 de abril, sábado, Tiradentes
    1o de maio, terça-feira, Dia do Trabalho
    7 de setembro, sexta-feira, Independência
    12 de outubro, sexta-feira, Nossa Senhora Aparecida
    2 de novembro, sexta-feira, Finados
    15 de novembro, quinta-feira, Proclamação da República
    15 de deembro, terça-feira, Natal

  • Câmara de Florianópolis rejeita projeto que proibia "esticar" feriadões

    A Câmara de Vereadores de Florianópolis rejeitou nesta segunda-feira o projeto que proibia “esticar” feriados no serviço público. Faltou apenas um voto. Chamou a atenção o alto índice de abstenções no placar de votação: sete vereadores preferiram lavar as mãos. Segundo o autor do projeto, Bruno Souza (PSB), não tiveram coragem de votar “não”, e ficar mal com a sociedade, e também evitaram cravar o “sim”, o que criaria problemas com os servidores públicos. “Nunca uma votação teve tanta abstenção”, reclamou.

    CONFIRA O PLACAR DE VOTAÇÃO DO
    PROJETO SOBRE PONTOS FACULTATIVOS

    SIM (pela aprovação)
    Bruno Souza
    Dinho
    Fabio Braga
    Gabrielzinho
    Gui Pereira
    Jeferson Backer
    João Luiz da Silveira
    Maikon Costa
    Marcelo da Intendência
    Miltinho Barcelos
    Pedrão
    Rafael Daux
    Renato da Farmácia
    Roberto Katumi
    Tiago Silva

    ABSTENÇÕES
    Afrânio Boppré
    Claudinei Marques
    Dalmo Meneses
    Erádio Gonçalves
    Marquito
    Lino Peres
    Vanderlei Farias

    Vereadores não aprovaram projeto que proibia adotar ponto facultativo para esticar feriados - divulgação/ND
    Vereadores não aprovaram projeto que[...]
    Leia mais