Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

  • Coordenador da Lava Jato vai participar de congresso em Florianópolis

    O procurador da República e coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, será um dos palestrantes do 52o Congresso  Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, programado para 25 a 28 de setembro, no CentroSul, em Florianópolis. Ele participa do "fórum sobre ética em medicina diagnóstica".

    O procurador Deltan Dallagnol é coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato - Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
    Deltan Dallagnol coordena a força-tarefa da Operação Lava Jato - Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil



  • Motoristas de Florianópolis planejam protesto contra projeto que regulamenta aplicativos

    Os motoristas de aplicativos vão começar a semana, nesta segunda-feira (24), protestando contra o projeto de regulamentação que está em tramitação no Legislativo municipal. O ponto de concentração, às 10h, será na Beira-Mar Norte. Os carros vão ficar na passarela Nego Quirido e a manifestação vai seguir a pé até as sedes da prefeitura e da Câmara. Parte da categoria também planeja começar a circular com adesivos que mostrem os vereadores que já se posicionaram a favor da proposta encaminhada pelo Executivo. Eles consideram que o projeto burocratiza a atividade.

    Projeto que regulamenta o Uber volta ao debate na Câmara da Capital - divulgação, ND
    Projeto que regulamenta o Uber está em tramitação na Câmara da Capital - divulgação, ND



  • Projeto que prevê demissões de servidores grevistas provoca polêmica em Florianópolis

    O projeto de lei complementar que prevê a possibilidade de demissão de servidores grevistas que desafiarem decisões judiciais que declararem a ilegalidade dos movimentos causou reação imediata do Sintrasem, entidade que representa o funcionalismo público municipal. Em nota, o sindicato disse que o autor da proposta, Ramiro Zinder (DEM), "segue a linha desmoralizada de atacar os trabalhadores do serviço público utilizando-se de falácias". A iniciativa que pretende alterar o Estatuto dos Servidores foi considerada uma "afronta à própria Constituição Fedeal, além da própria Lei de Greve". Ele foi taxado de "inimigo de todos os trabalhadores e trabalhadoras". Zinder diiz que "a lei tem o objetivo de regulamentar e evitar os excessos e o radicalismo, além de disciplinar o direito de greve".

    Greve geral em Florianópoli - Marco Santiago/ND
    Sindicato reage contra projeto que abre brecha para demissões de servidores grevistas - Marco Santiago/ND



    Leia mais
  • Grande Florianópolis já perdeu R$ 73,7 milhões em royalties de petróleo

    Desde que uma liminar suspendeu as novas regras de distribuição dos royalties do petróleo, há cinco anos, Santa Catarina deixou de receber R$ 828 milhões em repasses. Na Grande Florianópolis, o valor chegou a R$ 73,7 milhões. Os municípios da região que mais tiveram perdas foram Florianópolis (R$ 37 milhões), São José (R$ 14,2 milhões), Palhoça (R$ 13,1 milhões) e Biguaçu (R$ 6,4 milhões). No caso da Capital, significa, por exemplo, quatro vezes o investimento feito pelo Iphan na restauração da Casa de Câmara e Cadeia. As cifras estão em levantamento da Fecam (Federação Catarinense de Municípios), que coordena no Estado o movimento que exige que o Supremo Tribunal Federal coloque na pauta o julgamento sobre a liminar.

    Municípios esperam que os ministros do STF coloque na pauta o julgamento da liminar - Nelson Jr.,divulgação STF, ND
    Municípios esperam que os ministros do STF coloque na pauta o julgamento da liminar - Nelson Jr.,divulgação STF, ND




    Leia mais