Publicidade
Sexta-Feira, 27 de Abril de 2018
Descrição do tempo
  • 29º C
  • 19º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

Secretário do Continente de Florianópolis diz que nomeação de diretor está dentro da lei

Edinho Lemos relaciona reação contra promoção de comissionado a questões sociais e raciais

Fabio Gadotti
16/04/2018 14h17

O secretário do Continente, Edinho Lemos (PSDB), afirmou que a nomeação de Gabriel Luiz Alves para a diretoria de Planejamento Urbano e Operações, oficializada no "Diário Oficial" de quinta-feira, está amparada no artigo 74 da lei complementar 597, aprovada no início da atual gestão, que não exige 100% de comissionados de nível superior. Setores do PMDB estão questionando, principalmente, a escolaridade do indicado, que tem apenas o segundo grau. Além disso, Edinho disse que o nomeado é de sua cota pessoal.  A polêmica em torno da promoção de Gabriel, que vinha ocupando a gerência de obras da secretaria, foi publicada na coluna Bom Dia do fim de semana. 

Em texto enviado à coluna, reproduzido abaixo, o secretário aponta outro ingrediente para a reação política do PMDB em torno da promoção de Gabriel, que antes era gerente de obras da pasta:

“Não quero crer que a represália feita à nomeação esteja baseada pelo fato de ser um cidadão negro, de origem humilde e vindo da periferia. A promoção se deu por merecimento, por sua experiência na gerencia de obras, pelo seu empenho e dedicação junto à secretaria e vontade de vencer na vida. É inadmissível que em pleno século 21 ainda sofremos fortes preconceitos no que diz respeito às classes sociais. Sou casado com uma negra, tenho dois filhos negros, que me orgulham muito, e já presenciei casos semelhantes. Por mais que tentem disfarçar, ainda vai existir muita indignação com casos semelhantes ao do Gabriel de pessoas que não aceitam a ascensão de quem vem de baixo e buscam seu lugar ao sol. Quem sabe em breve, Gabriel Alves possa estampar o seu diploma universitário, com a oportunidade que está recebendo, por que capacidade ele tem suficiente para seguir adiante”. 

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade