Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

Museus catarinenses usam a tecnologia para aproximar os visitantes

Felipe Alves

Nesta sexta-feira (18), é comemorado o Dia Internacional dos Museus e até domingo muitas atrações acontecem pelo Estado.  Mais do que comemorar a data, o objetivo é valorizar ainda mais esses espaços tão importantes para a preservação da memória e desenvolvimento da cultura. Com o tema “Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”, a Semana Nacional dos Museus deste ano busca aproximar as instituições e os visitantes por meio da tecnologia, em todo o país.

Aqui em Santa Catarina um exemplo é a Casa de Campo do ex-governador Hercílio Luz, em Rancho Queimado, que a partir de agora apresenta uma novidade: o acervo está disponível para consulta online em smartphones com conexão 3G e 4G, trazendo mais informações para os visitantes. A partir de um código QR Code, quem passa por lá poderá conferir detalhes a respeito de 10 itens entre objetos, mobílias e ambientes. Para verificar as informações basta posicionar a câmera do smarthphone sobre o código impresso. O espaço funciona de terça a sexta-feira, das 13h às 18h, e nos finais de semana, das 10h às 17h. A entrada é gratuita.

A tecnologia também está presente no Museu Histórico de Santa Catarina, que fica em Florianópolis. Por lá é possível fazer um tour virtual com auxílio de áudio guia. Essa ferramenta traz informações sobre as principais obras em texto e áudio, em cinco línguas: português, inglês, espanhol, francês e italiano. O horário de funcionamento do espaço é de segunda a sexta, das 10h às 18h e nos fins de semana das 10h às 16h. Os ingressos custam R$ 5 e a meia-entrada  R$ 2.

Museu em Santa Catarina - Márcio Martins/FCC
Museu em Santa Catarina - Márcio Martins/FCC



Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade