Publicidade
Quarta-Feira, 23 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 32º C
  • 23º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

Herança de terminais desativados entra em radar da CPI do Transporte de Florianópolis

Pedido de instalação de comissão parlamentar de inquérito foi protocolado esta semana

Fabio Gadotti

Proposta com o objetivo de abrir a caixa preta e investigar a composição da planilha de custos do transporte coletivo de Florianópolis, a CPI da Câmara de Florianópolis que será instalada em fevereiro deve trazer à tona a situação dos terminais desativados do Saco dos Limões e de Capoeiras. Atualmente, quando roda a catraca, o usuário também paga pelas estruturas sem uso.

Isso ocorre porque a construção dos sete terminais pelo consórcio Cotisa ao custo de R$ 15,1 milhões, conforme concessão de 20 anos iniciada em 2000, faz parte da base de cálculo da taxa interna de retorno cobrada pela Companhia Operadora de Terminais de Integração S.A, que também recebe das empresas de transporte um valor pela utilização dos espaços, item considerado na planilha do sistema. E que serve de base para o cálculo do valor das passagens que são pagas pelos usuários de ônibus.

Publicidade

5 Comentários

Publicidade
Publicidade