Publicidade
Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 17º C

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens da cidade e da região

  • Força-tarefa já regularizou 13 imóveis abandonados em Florianópolis

    Desde a criação da força-tarefa “Imóvel Seguro”,  há três meses, 13 edificações já foram regularizadas em Florianópolis. O trabalho começou com 28 denúncias e a constatação de que 17 construções estavam abandonadas. Em oito casos, segundo o promotor de Justiça Daniel Paladino, coordenador do grupo, os proprietários se anteciparam à notificação do Ministério Público e tomaram as providências necessárias para que os imóveis ficassem limpos e protegidos.

  • Governo de SC busca recursos para recuperação da SC-401, em Florianópolis

    Depois do bloqueio do contrato com o BNDES (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social), por decisão da STN (Secetaria do Tesouro Nacional),  o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) busca uma solução para fazer com recursos próprios as obras de recuperação da SC-401 antes do início da temporada de verão. O trecho da rodovia que deverá se revitalizado vai do trevo do Itacorubi até Ratones. O prefeito Gean Loureiro está em linha direta com o Centro Administrativo e a expectativa é de que ordem de serviço saia nas próximas semanas. Em tempo: a STN barrou o contrato porque entende que o Estado está gastando com funcionalismo acima do limite legal. Santa Catarina já recorreu ao Supremo Tribunal Federal para reverter a situação.

  • Governador entrega ordem de serviço para último lote de acesso ao aeroporto Hercílio Luz

    O governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) e o secretário estadual de Infraestrutura, Paulo França, assinaram nesta sexta-feira (19) a ordem de serviço para as obras do último lote do acesso ao novo Aeroporto Internacional Hercílio Luz. Ao valor de R$ 20,2 milhões, a expectativa é de que o trecho esteja pronto até julho do ano que vem, a tempo da inauguração do terminal que está sendo construído pela concessionária Floripa Airport. Segundo Pinho Moreira, “os recursos estão integralmente garantidos”.  Para o governador, o prazo de 10 meses da empresa Engeplan, ganhadora do processo licitatório, é “factível”. De acordo com o Paulo França, também presidente do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), as obras vão começar o mais rápido possível.

  • Prefeitura de Florianópolis decide romper contrato sobre o sistema Zona Azul

    A Prefeitura de Florianópolis bancou a decisão da Comissão de Punição de Empresas, que negou o pedido de reconsideração e optou pela rescisão contratual com a concessionária da Zona Azul. A Procuradoria Geral do Município será acionada para cuidar da cobrança judicial dos valores que não foram repassados ao município nos últimos ano. A empresa também será proibida de contratar com o serviço público durante três anos. .O desfecho do caso, que agora depende apenas dos encaminhamentos burocráticos, tem aval do Ministério Público estadual e do prefeito Gean Loureiro. “Vamos cobrar os R$ 9 milhões que eles não repassaram”, afirmou ontem o secretário da Administração, Everson Mendes. A empresa Dom Parking sustenta que a falta de fiscalização e autuação de usuários que estacionam irregularmente provocaram “prejuízos” que levaram à interrupção dos repasses ao município. A Capital tem 5.540 vagas de estacionamento rotativo.

    Leia mais