Publicidade
Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C
  • Ladrões que roubavam em residências na Grande Florianópolis são presos em São José

    Objetos estão na Central de São José à espera dos donos - Divulgação/ND
    Objetos estão na Central de São José à espera dos donos - Divulgação/ND



    A camionete S10 vermelha usada para transportar objetos furtados de residências e de comércios na Grande Florianópolis foi localizada pela polícia em uma garagem na região Alto Forquilha, em São José. Dois homens, um deles com várias passagens policiais, foram presos no local. Eles admitiram os furtos, entregaram o que tinham em casa e disseram que algumas mercadorias já haviam sido revendidas para terceiros.

    Máquina de cortar piso, lavadora de pressão, parafusadeira, jogo de chave, serra circular e outros 20 itens de ferramentas foram entregues na Central de Plantão Policial de São José, onde estáo à espera do dono. Os roubos ocorreram em Rancho Queimado, Águas Mornas e Palhoça. Participaram ação, a Guarda Municipal de São José e a Polícia Militar.

     

    Leia mais
  • Dupla é presa na BR-101, em Barra Velha, transportando eletrônicos furtados num Renault

    Durante fiscalização de rotina na BR-101, em Barra Velha, Norte do Estado, policiais rodoviários federais abordaram um Renault/Logan com placas de Turvo (SC)  e desconfiaram de eletrônicos de alto valor no interior do veículo:  notebook, drone e celulares. O motorista de 40 anos e o passageiro de 23 anos não souberam explicar a origem dos objetos.

    Para piorar a situação deles, os patrulheiros ainda apreenderam um dispositivo usado para bloquear o sistema de travamento de portas de veículos, conhecido como “chapolin”, usado por ladrões que furtam em veículos. Uma das vítimas foi localizada por meio de aplicativs de conversa no celular encontrado no carro e confirmou ter sido furtada.  Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por receptação.

  • Dupla de assaltantes é condenada a 47 anos de reclusão em Florianópolis

    Dois condenados por praticar dois assaltos a mão armada em Florianópolis recorreram da decisão do juiz de primeiro grau, alegando insuficiência de provas, mas a 3ª Câmara Criminal da Capital além de confirmar a condenação, ainda aumentou a pena da dupla de 15 anos para a soma total de 47 anos.

    No primeiro assalto, os criminosos renderam um casal e dele subtraiu o carro, além de diversos pertences pessoais como relógio, celular, documentos, cartões bancários e dinheiro.

    Já no segundo caso, a dupla tentou levar o carro da vítima, mas não obteve sucesso graças ao sistema antifurto do veículo. No entanto, levaram dinheiro, celular, documentos pessoais e bancários, além das chaves do automóvel.

    Sobre a majoração das penas, o desembargador Ernani Guetten destacou que o pedido do Ministério Público neste sentido merece acolhida, uma vez que os crimes praticados, com constantes ameaças de disparos das armas de fogo, causaram sérios abalos psicológicos e[...]

    Leia mais
  • Motoqueiros fogem da Polícia Militar no Norte da Ilha e deixam para trás um fuzil

    Fuzil, de fabricação alemçã, foi levado para a 5ª DP - Divulgação/ND
    Fuzil, de fabricação alemçã, foi levado para a 5ª DP - Divulgação/ND



    Dois motoqueiros que trafegavam de madrugada com os faróis apagados na rodovia Armando Calil Bullos, no Norte da Ilha, traziam um fuzil escondido numa sacola de plástico. Quando eles cruzaram com uma viatura da Polícia Militar, em rondas de rotina, na região, fugiram em direção a Vargem Grande e dispensaram a sacola. A guarnição foi para cima, mas não localizou a dupla. Então, ela retornou e passou a procurar o que os suspeitos haviam dispensado.
    Após alguns minutos de busca, os policiais encontraram  a sacola com o armamento. Segundo a PM, é um fuzil  calibre 7.62 de fabricação alemã. A arma foi levada para a 5ª DP da Trindade, na Capital.