Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C
  • Mulher raptada em Joinville e levada para Balneário Camboriú se nega a fazer exames

    A Polícia Militar atendeu ocorrência duvidosa de rapto de mulher e repassou o caso para ser investigado pela Polícia Civil. A vítima de 19 anos que disse ter sido levada de Joinville para um apartamento em Balneário Camboriú por um homem de 46 anos, conseguiu fugir do cativeiro e pedir socorro em uma farmácia.

    Ela foi levada para o hospital por uma guarnição da Polícia Militar, mas apesar de falar que havia sido estuprada se negou a fazer exame de conjunção carnal no núcleo do Instituto Geral de Perícia de Balneário Camboriú. A mulher também não sabia com exatidão o apartamento onde teria ficado em cárcere privado, desde o dia 14 de novembro. Ela foi entregue para a mãe. O caso está sendo apurado pela Delegacia da Polícia Civil de Balneário Camboriú.

  • Polícia não recebe informações de hospital de SJ para investigar caso de mulher esfaqueada

    Uma mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência após ser esfaqueada na manhã desta segunda-feira (12), em São José. O suspeito de cometer o crime é o ex-marido da vítima. O caso aconteceu por volta das 6h na rua Georgino Bernardino Neto, no bairro Forquilhinhas.

    Segundo relatos no local, vizinhos ouviram os gritos da mulher e saíram à rua para ver o que acontecia. Quando percebeu o tumulto, o ex-marido fugiu em direção à rua Arthur Manoel Mariano, e não foi mais visto. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Regional de São José.

    O mais incrível de tudo isto é que a Dpcami (Delegacia de Proteção à Criança Adolescente, Mulher e Idoso) de São José, especializada em violência doméstica, não está investigando o caso porque o hospital não informou a polícia sobre o atentado.

     Ex-marido é suspeito de tentar matar mulher em São José

    Ex-marido é suspeito de esfaquear mulher em Forquilhinhas - Ian Sell/Divulgação/ND
    Ex-marido é suspeito de esfaquear mulher em Forquilhinhas - Ian[...]
    Leia mais
  • Mulher é presa após esfaquear o marido na barriga, em Blumenau

    Uma mulher de 38 anos foi presa após esfaquear o marido em Blumenau.  O crime ocorreu no bairro Itoupava Central, por volta das 22h30 dessa segunda-feira (5). Segundo a polícia, o casal discutiu e no auge do conflito, a mulher atingiu o companheiro de 54 anos com uma facada na barriga. A vitima foi socorrida ao hospital local e a mulher à delegacia da Polícia Civil de Blumenau.

     

  • Polícia fecha casa de prostituição e apreende dançarinas com drogas no Sul do Estado

    A polícia fechou uma casa de prostituição que funcionava entre os municípios de Gravatal e Armazém, no Sul do Estado, onde deteve dançarinas com maconha. A interdição foi o resultado de uma ação a pedido do Ministério Público sobre o tráfico de drogas, além de várias ocorrências policiais registradas na boate.

    As medidas cautelares solicitadas à Justiça pelo Ministério Público foram aceitas e quinta-feira à noite os mandados de busca e apreensão cumpridos por uma força-tarefa integrada por policiais civis e militares.  Além do alvará de funcionamento estar vencido, os agentes ainda apreenderam drogas nos quartos.