Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Assuntos da Grande Florianópolis e os temas cotidianos das cidades da Região Metropolitana – incluindo resgates diferenciados da memória histórica –, são acompanhados de perto pelo colunista Carlos Damião, que tem mais de 30 anos de vivência profissional.

  • Papo cabeça com Eduardo Guerini

    Morador de Florianópolis desde 1979, Eduardo Guerini é professor de ciência política da Univali desde 2000. Cursou mestrado em gestão de políticas públicas e sociologia política. Atualmente orienta pesquisas nas áreas da Dinâmica Institucional de Políticas Públicas, Criptoeconomia, Sociologia do Crime, Economia Política da Corrupção e Corrupção Institucional. Atento observador da cena política, avalia a campanha que recém começou no rádio e na televisão e percebe, como tantos eleitores mais críticos, a falta de programas objetivos, centrados em soluções viáveis.

    É fato que mais jovens participam da política?

    A participação de jovens na política é expressão da demografia brasileira. Somos um país jovem, com massa de eleitores jovens que é majoritária nos últimos pleitos municipais, estadual e federal. A sensação que os jovens estão ausentes da política é configuração de uma nova geração que se formou longe dos movimentos pela[...]

    Leia mais
  • Ações duras contra o terrorismo

    Depois da reação popular contra as paralisações sem aviso do transporte coletivo, motoristas e cobradores repetiram a dose no sábado cedo, naturalmente para evitar repercussão barulhenta entre os usuários. Mas o pior é que eles mantêm o chamado “estado de greve”, ameaçando paralisar os serviços de novo, sem aviso, a partir desta segunda (12). Caso isso aconteça estão orientados a recolher os ônibus às garagens, para evitar depredações. Essa prática terrorista, de provocar tensão permanente na Grande Florianópolis, é algo que extrapola os limites da compreensão e da paciência e nos estimula à indignação e à revolta. A negociação trabalhista em curso não tem qualquer relação com o usuário, mas especificamente com as categorias envolvidas. O sindicato que representa os profissionais precisa obedecer à determinação judicial de circulação da frota mínima, não só por se tratar de uma decisão respaldada pela lei, mas também como atitude[...]

    Leia mais
  • Debate metropolitano tem 33 anos

    Por que no passado os dirigentes públicos se preocupavam com os destinos da Grande Florianópolis? E por que iniciativas importantes não tiveram continuidade? Vejam só: em 1978, a Granfpolis (Associação dos Municípios da Grande Florianópolis) articulou um convênio entre o Ipuf (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis) e as prefeituras de São José, Biguaçu, Palhoça, Governador Celso Ramos, Antônio Carlos, Águas Mornas e Santo Amaro da Imperatriz. Era a semente da Região Metropolitana, criada no governo de Paulo Afonso (1995-1999), implantada no governo de Esperidião Amin (1999-2003) e extinta pelo governador Luiz Henrique da Silveira (2003-2010). O convênio tinha o objetivo de promover o desenvolvimento integrado do Aglomerado Urbano de Florianópolis e garantiria, desde aqueles tempos, soluções para mobilidade, saneamento básico, destinação de resíduos sólidos, transporte coletivo. E agora, nestes momentos de tanta infelicidade urbana,[...]

    Leia mais
  • Obras da ponte Hercílio Luz podem ser retomadas em abril

    As obras emergenciais da Ponte Hercílio Luz poderão começar em menos de um mês, de acordo com previsão do governo estadual. A empresa portuguesa Empa Serviços de Engenharia – contratada para realizar as obras emergenciais na ponte – tem até o dia 5 de abril para entregar um inventário com o levantamento das condições de trabalho no local, das instalações elétricas e da quantidade de material que havia sido comprada pela empresa anterior. Com o inventário em mãos, o Deinfra poderá assinar a ordem de serviço, permitindo o início das obras, especificamente na plataforma de apoio do vão central, no dia 6 ou no dia 7 de abril. A restauração final da ponte será feita posteriormente, por outra empresa. No mês passado, o governador Raimundo Colombo viajou aos Estados Unidos para averiguar a possibilidade de a American Bridge – sucessora da empresa que construiu a ponte – assumir esta etapa da reforma. Os técnicos da empreiteira já deveriam estar no[...]

    Leia mais