Publicidade
Quinta-Feira, 25 de Maio de 2017
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C
,

Assuntos da Grande Florianópolis e os temas cotidianos das cidades da Região Metropolitana – incluindo resgates diferenciados da memória histórica –, são acompanhados de perto pelo colunista Carlos Damião, que tem mais de 30 anos de vivência profissional.

Rede de Monitoramento Cidadão será lançada na Capital dia 24/4

Um conjunto de entidades vai constituir a rede, que pretende ser uma ferramenta de protagonismo e controle social

Carlos Damião
19/04/2017 09h52
Mobilidade urbana será um dos temas da rede, que tem a participação da FloripAmanhã - Carlos Damião
Mobilidade será um dos temas da RMC, que tem a participação da FloripAmanhã - Carlos Damião


Temas que impactam diretamente na qualidade de vida dos cidadãos, como mobilidade e transporte, gestão de resíduos sólidos, mitigação das mudanças climáticas, uso do solo, segurança, competitividade da economia, entre outros, são os focos da Rede de Monitoramento Cidadão, que será lançada na segunda-feira, 24/4, às 19h, na sede da Fiesc. 

A RMC é constituída por representantes da sociedade civil, setor produtivo, academia e mídia (como o Grupo RIC) e resulta de uma iniciativa do Programa Cidades Emergentes e Sustentáveis do BID (Banco Interamericano de Desenolvivmento), tendo o apoio financeiro do Fundo Socioambiental da Caixa, Baobá - Práticas Sustentáveis como agência executora e Associação FloripAmanhã como uma das entidades estruturantes da Rede.

Para a presidente da FloripAmanhã, Anita Pires, a RMC é uma ferramenta de protagonismo e controle social, "criada num momento importantíssimo da vida do país e das cidades". Ela entende que o combate à corrupção só será possível com a visibilidade da gestão pública e com a sociedade monitorando a implementação de políticas públicas. Na prática, a Rede fortalecerá a cultura da transparência e da participação, além de promover o debate público qualificado. Florianópolis é a quinta capital a implantar a RMC. As outras são Goiânia (GO), João Pessoa, (PB), Palmas (TO) e Vitória (ES).

Outras Publicações Carlos Damião

0 Comentários