Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Entrevistas com personagens que decidem nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

  • Deputados revogarão reembolso de tratamentos médicos; falta transparência ao que foi pago

    Um privilégio que não cabe em momento algum, mas torna-se inaceitável nesses tempos de gravíssima crise econômica, o pagamento integral das despesas médicas e hospitalares dos deputados estaduais catarinenses deve ser encerrado nesta terça-feira (11). A resolução que autoriza o benefício data de 1992, mas foi o boom gerado pelo então presidente Aldo Schneider (MDB) que despertou para a necessidade de revisão na norma. Dentro da lei, Aldo ressarciu R$ 3,6 milhões durante o atual mandato. Por mais que tenha sido responsável por 90% dos reembolsos entre os anos de 2015 e 2018, o destino do dinheiro é público e notório, o tratamento de um câncer, que ceifou a vida do parlamentar no mês passado. Mas, e os outros 10%? Ninguém sabe. Ou melhor, há quem saiba, mas a informação não está pública. Os incontáveis pedidos da imprensa – em especial do Notícias do Dia, que se debruçou sobre o caso – foram negados, até mesmo o pedido por meio da Lei de Acesso à[...]

    Leia mais
  • Acélio Casagrande se une a secretários na cobrança ao ministro da Saúde por recursos

    Secretários estaduais de Saúde foram recebidos ontem pelo ministro Gilberto Occhi, em Brasília. O catarinense Acélio Casagrande representou os Estados do Sul. Entre a lista de pedidos a Occhi está a habilitação de serviços já em funcionamento, mas que não recebem recursos federais. Conforme o ministro, a demanda é de R$ 2,6 bilhões e o teto que a União dispõe é R$ 150 milhões. Occhi admitiu que está fazendo liberações “de maneira cuidadosa”. No primeiro semestre, Santa Catarina conseguiu R$ 25,3 milhões dessas habilitações.

    Casagrande em Brasília - Douglas Salviato/Divulgação/ND
    Casagrande em Brasília - Douglas Salviato/Divulgação/ND



  • Estado e SPDM são condenados a pagar danos morais por atraso a salário de médicos

    O Estado e a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) foram condenados ao pagamento de danos morais por atraso nos salários dos médicos pela 4ª Vara do Trabalho de Florianópolis. Conforme o advogado Alberto Gonçalves de Souza Júnior, que atuou no caso pelo Simesc (Sindicato dos Médicos), a decisão “é um alerta para a negligência estatal, que não fiscaliza devidamente a prestação de serviços essenciais”. Serão impactados cerca de 450 médicos dos hospitais Florianópolis, Regional de Araranguá e do Samu.

    Mudança na gestão prejudica atendimento no Hospital Florianópolis  - Marco Santiago/ND
    Hospital Florianópolis - Marco Santiago/ND



  • Deputados defendem deixar Farra da Saúde como está; Ministério Público abrirá investigação

    A reação dos deputados estaduais catarinenses contra a resolução que permite o reembolso integral dos tratamentos de saúde ficou isolada nas bancadas de esquerda. Dentro do PT, pelo menos dois deputados já manifestaram a iniciativa de questionar internamente o privilégio. Outros deputados localizados pela reportagem do ND preferiram adotar o tom corporativista, sinalizando que não há nada de errado na situação. Entidades procuradas também preferiram não declarar posição sobre o assunto. O Tribunal de Contas disse que soube da situação pela imprensa. Já o Ministério Público vai investigar a constitucionalidade da decisão. 

    Schneider: R$ 3,29 milhões e cirurgia no Albert Einstein. Valmir: tratamento pelo SUS e visitas diárias ao Cepon - Flávio Tin/Daniel Queiroz/ND
    Aldo: R$ 3,29 milhões e cirurgia no Albert Einstein. Valmir: tratamento pelo SUS e visitas diárias ao Cepon - Flávio Tin/Daniel Queiroz/ND


    LEIA MAIS: Valor gasto por Aldo Schneider para tratamento médico atenderia 5 mil pacientes no Cepon

    O levantamento que coloca o deputado Aldo Schneider (MDB) no centro da polêmica do[...]

    Leia mais