Publicidade
Segunda-Feira, 21 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 23º C

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Entrevistas com personagens que decidem nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

  • Há buracos na Lei Orçamentária Anual aprovada pelos deputados estaduais de SC

    Um olhar mais criterioso sobre a Lei Orçamentária Anual mostra algumas inconsistências na proposta aprovada semana passada pelos deputados estaduais de Santa Catarina. Não é de graça que os projetos orçamentários são chamados de peça de ficção. A matéria cumpre a formalidade de prever despesas e receitas. A versão 2019 precisará de ajustes por parte do futuro governador. Uma das questões que mais gerou polêmica foi a redução no percentual destinado à Educação.  São cerca de R$ 200 milhões a menos. No geral, o Orçamento subiu de R$ 26 bilhões para R$ 28 bilhões, mas boa parte será empregado para juros, amortizações e pagamento de financiamentos.

    Outra questão relacionada ao Orçamento que pode fazer a peça cair em descrédito se refere às emendas impositivas. Neste ano que se encerra, as propostas já eram de execução obrigatória, mas não foram. Tanto é que um pacote com as emendas de 2017 foi anexado junto às de 2018. Resta saber se[...]

    Leia mais
  • Ada, Ana, Luciane, Marlene e Paulinha: o que pensam as mulheres na Assembleia de SC

    As cinco deputadas estaduais eleitas para a próxima legislatura ajudam a ilustrar a pluralidade de vozes da Assembleia a partir de 2019. “Eclética” é a definição sobre a composição geral da Casa. Da esquerda à direita, as parlamentares devem acrescentar o olhar feminino às pautas. Infelizmente, a representação está aquém, numericamente, da presença da mulher no eleitorado. Não deixa de ser um desafio a mais para cada uma das cinco, sendo que duas são reeleitas e três são estreantes.

    Paulinha, Ada, Marlene, Luciane e Ana - Fotos Luis Debiasi/Agência AL/ND
    Paulinha, Ada, Marlene, Luciane e Ana - Fotos Luis Debiasi/Agência AL/ND



    Como detalhe, as deputadas estaduais tiveram uma deferência patrocinada pelo presidente do TRE-SC (Tribunal Regional Eleitoral), desembargador Ricardo Roesler. Foram as primeiras a serem diplomadas. Uma homenagem, a partir da campanha institucional “Elas podem, o país precisa”, que estimulou a participação feminina na política.

    • Ada De Luca (MDB). Assegura que tem “infindáveis”[...]
    Leia mais
  • Assembleia Legislativa entra em recesso sem devolver R$ 40 milhões que estariam em caixa

    A Assembleia Legislativa de Santa Catarina entrou em recesso parlamentar nesta sexta-feira (21) sem qualquer perspectiva de devolver recursos excedentes do duodécimo. Na quarta-feira (19), o governador Eduardo Moreira (MDB) afirmou que gostaria de contar com cerca de R$ 40 milhões que estariam em caixa. No mesmo dia, o presidente do Legislativo, deputado Silvio Dreveck (PP) afirmou que as contas ainda não estavam fechadas e que haviam compromissos financeiros a serem cumpridos. Ainda há expectativa, por parte de Moreira, que o dinheiro possa ser repassado na última semana do ano. Se vier, será usado para pagar despesas na Saúde.

    Nome de consenso para presidir a Assembleia a partir de 2019, o deputado estadual eleito Julio Garcia evitou comentar o assunto. “Se eu for eleito presidente, eu vou me manifestar sobre isso no dia 2 de fevereiro”, disse à coluna.

    Há uma forte disputa de fundo político, cujos detalhes estão preservados de maneira oficial, mas circulam[...]

    Leia mais
  • Os abraços na despedida dos deputados na Assembleia Legislativa de SC

    A última sessão da atual legislatura, nesta quinta-feira (20), foi marcada por despedidas. Discursos saudosos e muitos abraços. Na foto, a partir da esquerda, Manoel Mota (MDB) que não concorreu à reeleição fala ao microfone. Gabriel Ribeiro (PSD), que não se reelegeu, abraça Luciane Carminatti (PT), que continua após boa votação. Ao fundo, Dirce Heiderscheidt (MDB), que também não alcançou a reeleição. Em frente, Serafim Venzon (PSDB) cumprimenta Dirceu Dresch (PT). Ambos saem, o tucano sem a reeleição e o petista sem a vaga que buscou na Câmara. Ao microfone, Narcizo Parisotto (PSC) também deixa a Casa sem conseguir a vaga de suplente ao Senado, que disputou na chapa de Raimundo Colombo (PSD). Em 2019, serão 22 novos deputados estaduais entre os 40 que compõem a Casa.

    - - -
    Foto Luis Debiasi/Agência AL/ND