Publicidade
Terça-Feira, 19 de Junho de 2018
Descrição do tempo
  • 22º C
  • 15º C
  • #TORCIDANDBlatter ignora sanção da Fifa e chega à Rússia para ver Portugal e BrasilMAIS COPA

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Entrevistas com personagens que decidem nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

Santa Catarina sob luto oficial de sete dias pela morte do ex-governador Konder Reis

Na assinatura do decreto, governador Eduardo Moreira citou antecessor como "exemplo"; outras autoridades se manifestaram

Altair Magagnin

O Estado de Santa Catarina está sob decreto de luto, por sete dias, pela morte do ex-governador Antônio Carlos Konder Reis, nesta terça-feira (12). A decisão foi anunciada “em respeito e reconhecimento aos serviços prestados ao Estado e à vida pública de Konder Reis”. O decreto foi assinado pelo governador Eduardo Moreira (PMDB), que citou o antecessor como “exemplo de dignidade, retidão, competência e liderança política”.

Governador Konder Reis discursa na Alesc, na década de 70; ao seu lado, o presidente da Assembleia, Epitácio Bittencourt - Agência AL/ND
Governador Konder Reis discursa na Alesc, na década de 70; ao seu lado, o presidente da Assembleia, Epitácio Bittencourt - Agência AL/ND



Mais cedo, o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) lamentou a morte de Konder Reis, a quem classificou como “um catarinense extraordinário e uma pessoa admirável”, com quem teve “o privilégio de conviver e de aprender muito”. Colega na Câmara dos Deputados, Colombo lembrou o slogan “Governar é encurtar distâncias”, de quando Konder Reis foi governador.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Aldo Schneider (PMDB), expressou condolências ao também ex-deputado estadual. “É lamentável a perda de um político que foi atuante, respeitado e muito bem conduziu suas gestões públicas em Santa Catarina. Além de homem letrado, era um orador irretocável. Nos deixa um legado político positivo”, disse Schneider. Por conta da morte, a sessão ordinária da Assembleia não foi realizada.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade