Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Entrevistas com personagens que decidem nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

"Agora que a campanha vai esquentar", diz Geraldo Alckmin sobre 2º lugar na pesquisa em SC

Durante a passagem pelo Estado, presidenciável também avaliou a aliança local do PSDB com o MDB

Altair Magagnin

Questionado pela coluna sobre o resultado da pesquisa eleitoral divulgada pelo Grupo RIC na quinta-feira, Alckmin afirmou que “agora que a campanha vai esquentar”. “Eu acredito em campanha eleitoral, em politica você não obriga, você conquista”. Segundo colocado em Santa Catarina, o tucano afirmou que o Brasil está “desencantado e desesperançado” após a crise econômica que ceifou empregos. “Mas a capacidade de recuperação da economia brasileira é muito boa”, disse, atribuindo ao retorno da confiança a saída para a crise – e fugindo da pergunta.

Na segunda pergunta que a coluna teve oportunidade de fazer, sobre o desfecho da aliança catarinense que uniu o PSDB com o MDB, Alckmin avaliou que houve “um desprendimento de lideranças em benefício do Estado”. “Cada Estado tem a sua singularidade. Santa Catarina nos inspira”, acrescentou. O tucano aproveitou para questionar o excesso de partidos políticos no país. “O que não pode é ter 35 partidos, por isso, uma das primeiras reformas que eu pretendo fazer é a reforma política”, que inclui também diminuir o número de senadores e deputados federais.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade