Publicidade
Terça-Feira, 17 de Julho de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 17º C
  • #TORCIDANDEstádio-cidade, datas e 'nova Copa': tudo que sabemos sobre o Qatar-2022MAIS COPA

Comentários sobre cinema, séries, música, televisão e entretenimento. Você confere aqui o que vale a pena maratonar ou assistir na telona, assim como os destaques da playlist e os temas que despertaram o interesse de um entusiasta da cultura pop.

Gustavo Bruning é jornalista, repórter do Notícias do Dia, colecionador de filmes e fã incondicional do gênero terror.

Seriado espanhol "Merlí" reforça a importância do professor e do ensino da filosofia

As três temporadas da série, que traz noções apresentadas por filósofos como Sócrates, Platão, Aristóteles e Maquiavel, estão disponíveis na Netflix

Gustavo Bruning

Fazer refletir, questionar e buscar conhecimento são alguns dos méritos da filosofia, segundo o protagonista do seriado espanhol “Merlí”, um professor recém-admitido que passa a lecionar a disciplina para uma turma de ensino médio. Coincidentemente, estas podem ser consideradas algumas das finalidades de um seriado. Então quando nos deparamos com uma produção que debate um tema tão subestimado e dialoga com outros assuntos pertinentes, o resultado tem tudo para ser fascinante. É o que acontece com “Merlí”, escrita por Héctor Lozano e disponível na Netflix, que traz noções apresentadas por filósofos como Sócrates, Platão, Aristóteles e Maquiavel de uma maneira descomplicada.

O seriado espanhol tem o ator Francesc Orella no papel do professor Merlí Bergeron - Divulgação/ND
O seriado espanhol tem o ator Francesc Orella no papel do professor Merlí Bergeron - Divulgação/ND


Com Francesc Orella no papel do professor de meia-idade Merlí Bergeron, a série aborda questões relacionadas à família, sexualidade, relacionamentos e autodescoberta. São três temporadas e 40 episódios, intitulados em homenagem a filósofos ou grupo de pensadores.

O protagonista, um homem decidido e autoconfiante, é incubido de cuidar do filho adolescente. Falido e desempregado, ele faz o possível para deixar para trás a reputação negativa e vai lecionar na escola do garoto, utilizando uma metodologia inusitada e que desafia um sistema quadrado. O convívio aproxima os dois e, em meio a lições sobre aceitação, o conceito do amor e os frutos da superação, a dupla comprova como a troca de conhecimento é um dos mais belos dons da humanidade.

O seriado reforça ainda a importância do professor no papel de estimulador do aprendizado. Merlí trata os alunos de igual para igual, despertando confiança e uma relação singular. Especialmente no meio da educação, no qual a disciplina de filosofia é comumente menosprezada, o ensinamento acerca de ética, lealdade e perdão nunca foi tão propício. Enquanto diversas barreiras para a disseminação desse estudo permanecem erguidas, “Merlí” pode ser um vislubre das mudanças que tais valores podem trazer.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade