Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Pão e vinho: a mais clássica das misturas, com o toque refinado de um especialista na arte da panificação e na enologia. Conheça os tipos de vinho, as características de cada um, as maneiras de harmonizar a bebida com as mais variadas refeições. Imperdível.

Quais vinhos combinam com tainha?

João Lombardo
João Lombardo/ND

 

A tainha é o peixe emblemático do litoral de Santa Catarina. De sabor marcante, ela tem um bom teor de gordura, o que acrescenta mais gosto e maciez à carne. Vinhos brancos frescos são excelentes companheiros para o peixe. Mas é possível aprecia-lo também com espumantes, vinhos rosados e tintos. Tudo depende da receita.

Brancos frescos caem bem com postas fritas de tainha. Um Sauvignon Blanc catarinense é uma excelente escolha. Um harmonização tipicamente estadual. Vinhos Verdes, do norte do Portugal, e varietais de Loureiro e de Alvarinho também são companheiros. A boa acidez desses brancos desfaz as gorduras do peixe e da fritura. O álcool do vinho enxuga o paladar, deixando a boca limpa para a próxima garfada.

Brancos espanhóis de Verdejo e Albariño, portugueses da Bairrada e Alentejo, brancos italianos da Campania e da Sicília também casam bem com a tainha não só frita, mas igualmente com a escalada e assada. Não se deve esquecer do espumante, branco brut. E de brancos do Vale do Loire e Rieslings do Vale do Reno.

Se a tainha levar temperos como o alho e um toque de pimenta (não exagerado), um vinho rosado cai como uma luva. Vinhos e espumantes rosés combinam com pratos levemente condimentados.

Se a tainha for cozida no feijão ou em molho de tomate, tintos frescos e frutados podem fazer casamentos agradáveis, sem massacrar o sabor do peixe. Tintos de Gamay e Pinot Noir, tinto jovem espanhol, Chianti básico, Merlot nacional, um chileno de Cinsault. O molho dá estrutura ao peixe e permite a entrada dos tintos. Mas não tintos robustos, tânicos e com longa passagem por barricas. Tintos mais leves, com taninos maduros e suaves. Taninos marcantes podem metalizar o paladar, deixando um gosto desagradável no conjunto.

Uma sugestão para acompanhar tainha:

João Lombardo/ND

 

Quinta da Neve Sauvignon Blanc 2015 – São Joaquim - SC

100% Sauvignon Blanc. Cor palha claro, límpido. Aromas herbáceos típicos, notas lembrando arruda e folha de tomate. Toque cítrico, frutado discreto, maracujá, fruta branca. Intenso em boca. (Essen/Decanter)

Os vinhos de Miguel Torres 

Miguel Torres é um nome importantíssimo no mundo dos vinhos. Nascida há quase 150 anos na região espanhola do Penedés, a vinícola tem 2,4 mil hectares de uvas plantadas em três países: Espanha, Califórina (EUA) e Chile. Seus vinhos são comercializados em 170 países. No Brasil, eles são importados pela Devinum. Em Florianópolis, são distribuídos pela Dignum (48 – 9114-6363). 

 

Provei três vinhos da Miguel Torres

João Lombardo/ND

Milmanda Chardonnay 2012 – Conca de Barberà – Espanha

100% Chardonnay. Passagem de 12 meses por barricas de carvalho. Cor amarelo dourado, luminoso. Aromas de frutas amarelas, abacaxi, notas de madeira, baunilha, mel, toque mineral. Acidez frutada, untuoso, macio, sápido e longo no paladar.

 

João Lombardo/ND

 

Miramar Estate La Masia Pinot Noir 2010 – Russian River Valley – Califórnia - EUA

100% Pinot Noir. Passagem de 15 a 18 meses em barricas de carvalho. Orgânico e biodinâmico. Cor vermelho rubi leve. Aromas de frutas negras, pequenas bagas de bosque, notas verdes de musgo, especiarias, toque terroso. Boca fresca, com excelente acidez. Estruturado e frutado no paladar.

 

João Lombardo/ND

 

Mas La Plana – Cabernet Sauvignon – 2009 – Penedés – Espanha

100% Cabernet Sauvignon. Passagem de 18 meses por barricas novas de carvalho francês. Cor vermelho rubi intensa. Aromas de frutas negras, amoras, jabuticaba, frutas em licor. Notas balsâmicas, resina de pinheiro, ervas aromáticas, especiarias picantes, pimenta preta. Vinho harmônico, excelente equilíbrio entre taninos e acidez, fino e elegante no paladar.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade