Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994, e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

Cacique denuncia crime e pede picape como recompensa

O Ministério Público Federal em Brasília acaba de receber da Fundação Nacional do Índio denúncia de homicídio, com enredo tragicômico

Leandro Mazzini

O Ministério Público Federal em Brasília acaba de receber da Fundação Nacional do Índio denúncia de homicídio, com enredo tragicômico. Um cacique de aldeia do Centro-Oeste, em carta, relata seu drama psicológico com o assassinato de seu filho na aldeia, por outro índio – funcionário da Funai. A esposa morreu de desgosto. Na carta, o cacique diz que só uma coisa pode livrá-lo da morte por depressão ou suicídio: quer ganhar uma picape Hilux 4x4 completa. Só assim, conta ele, volta a ser feliz.  

Pajelança federal

O MP Federal começou as investigações e a PF deve entrar no caso. Ciente de que depressão é causa de mortes seguidas, a Funai trata a situação com todo o cuidado. 

Escambo 2.0 

O caso mostra quão pitoresco continua o Brasil: uma prova de que os espelhinhos presenteados por Cabral em 1500 cravaram uma tradição imutável de escambo.  

Jogos Políticos

Veja como o COI é também político. Os Jogos de Inverno serão em Socchi, Rússia, cidade de 10 mil habitantes sem hotéis ou infraestrutura. É a terra de...Vladmir Putin.

“Você vem comigo?”...

José Serra já negocia há dois meses sua entrada no PPS. Não se filiou ainda porque faz reuniões diárias, ou consultas por telefones, a amigos tucanos. Expõe seus motivos que o levariam ao partido de Roberto Freire, e no fim da conversa, pergunta: “E aí, você vem comigo?”. Resultado: foi abandonado até pelos principais seguidores. 

...Não, obrigado 

O maior desgosto de Serra ocorreu há um mês, quando consultou a priori o senador Aloysio Nunes Ferreira, seu eterno fiel escudeiro. Ouviu uma discreta negativa. Foi naquele momento que Serra descobriu que Aécio Neves o “matou” no partido. Serra não desistiu. Embora não tenha decidido ainda, está propenso a concorrer à Presidência pelo PPS apostando em seu recall. Após chamar Kátia Abreu (PSD) para vice, convidou o deputado Ricardo Izar para concorrer ao Senado. Tudo em vão.  

Não é bem assim... 

Prova de que a Câmara não é, digamos, Casa do Povo: até hoje, nenhuma representação popular contra quebra de decoro por deputados passou do Protocolo e da Mesa Diretora. 

Pinto no lixo

Roger Pinto Molina, o senador de ficha corrida (segundo Evo Morales) que ficou 452 dias escondido na Embaixada brasileira em La Paz, passa outro inferno no Brasil. Amigos daqui cotizam para trazer sua família. São sete pessoas. O tamanho da despesa: Pinto Molina não tem dinheiro. E os voos mais baratos são da Gol, que cobra até 40 mil milhas, por passageiro, na viagem de Rio Branco (AC)-Brasília. Curioso é que de Santa Cruz (Bolívia)-Brasília, são 10 mil milhas. 

Atrocidade química 

Embora a ONU não veja e Bashar Al Assad negue, com conivência da Rússia, equipes da Organização Médicos Sem Fronteiras relatam para Paris centenas de atendimentos a vítimas de produtos neurotóxicos nas tendas da ONG em Damasco e região.  

Corte no bolso

O prefeito Edson Souza (PT), de Jitaúna, reduziu seu próprio salário, do vice e dos secretários municipais, para evitar demissão de 50 funcionários. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade