Publicidade
Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017
Descrição do tempo
  • 21º C
  • 14º C

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994, e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

  • Sem descanso: Temer ordena a ministros que trabalhem no recesso

    O presidente Michel Temer “recomendou” aos ministros que não saiam de férias durante o recesso do Congresso. A estratégia é manter a contabilidade dos votos das bancadas pró-Temer no plenário, para não haver surpresas dia 2 de Agosto. Temer conta com o apoio dos subordinados na operação contra a abertura da denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Nos próximos dias, o presidente pretende se reunir ou contatar pessoalmente mais de 100 deputados – a maioria do “Centrão”.

    Toma-lá-dá-cá

    Na mesa de negociação, além das tradicionais emendas, estão cargos de segundo e terceiro escalões ocupados pelo PSDB - em eterna iminência de saída da base.

    Tá tudo bem..

    Temer prepara outros vídeos nos quais tentará passar a mensagem de “normalidade”. Já está pronto o roteiro do vídeo em que falará dos avanços do Bolsa Família.

    Em baixa

    Embora ressabiado com os votos do PSDB pela aceitação da denúncia na CCJ, Temer mantém a[...]

    Leia mais
  • Temer avaliou editar MP para taxar concessão da Globo

    Depois da fracassada tentativa de trégua editoral junto à TV Globo, feita pelo ministro Moreira Franco a pedido de Michel Temer, o presidente ousou algo inédito e desafiador. Surgiu à mesa um escopo de Medida Provisória que taxaria anualmente - em muitos milhões de reais - as concessões de emissoras de TV. A evidente retaliação encontrou resistência de imediato. As outras três grandes emissoras (Band, SBT e Record), que não entraram nessa guerra Temer x Globo, chiaram com o presidente e Temer recuou.

    Então..

    ..Decidiu cobrar da ‘vênus platinada’ eventuais pendências de impostos e no BNDES. Procurada, a Globo não se manifestou até o fechamento da Coluna.

    Recado

    Na inauguração da nova redação do JN, o presidente das organizações, Roberto Irineu Marinho, mandou recado a Temer: o grupo já pagou bilhões de reais em impostos.

    Rede Temer

    O Governo também usa a estrutura da EBC para propagar as “ações” e “atividades” do Executivo e de[...]

    Leia mais
  • Após conversa em vão Temer declara guerra contra Globo

    O presidente Michel Temer enviou o ministro Moreira Franco para conversar com a cúpula da TV Globo há dois meses, numa tentativa de trégua. Mas foi em vão. Temer então declarou guerra. E passou a ordenar a execução de eventuais dívidas da emissora com a União, de impostos e de financiamentos no BNDES. No contra-ataque, a emissora determinou a aproximação de seus principais executivos com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na tentativa de fazê-lo presidente da República. Mesmo que seja por um ano, até a eleição direta.

    Dupla

    São constantes as conversas de Maia com o vice-presidente de relações institucionais da Globo, Paulo Tonet. Almoçaram juntos domingo passado, revelou a Coluna.

    Na moita

    Deputados da tropa de choque já falam em cassar a concessões da emissora quando vencerem os prazos, que são renovados a priori em comissão responsável na Câmara.

    Em tempo

    A informação dessa guerra de poderosos chegou à Coluna no sábado de fonte do[...]

    Leia mais
  • ANTT: contingenciamento, defasagem de servidores e insegurança

    Assim como as Polícias Federal e Rodoviária Federal, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também teve forte contingenciamento no orçamento e as atividades estão quase paralisadas País adentro. E para piorar os agentes estão com medo de trabalhar, porque apanham nas estradas. Há casos variados.  A agência conta, atualmente, com 990 servidores de carreira – o que equivale a uma defasagem de mais de 40% no quadro de pessoal. Os agentes também cobram autorização para uso armas não letais - de choque, como as usadas pelos Detrans. Há um documento entregue três meses atrás com 125 assinaturas de agentes fiscalizadores da agência pela demanda.

    No papel

    Em junho, a ANTT enviou ao Ministério do Planejamento pedido de abertura de novo concurso público com a oferta de 720 vagas. Em 2016, a solicitação foi negada.

    Dura realidade

    Em resposta, a ANTT avisa que irá se adequar à nova realidade: “A informação de que as atividades estão quase[...]

    Leia mais