Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Lançamentos, as últimas novidades e tendências, detalhes técnicos e aquele olhar apurado sobre o mercado automobilístico você encontra aqui no Automotor, um blog para os apaixonados por carros e tudo que se relaciona com as quatro rodas.

Ayrton Senna deu um cavalo de pau com o Escort

Luís Meneghim
16/08/2013 12h15

Levei um susto hoje quando fui calcular quando comecei a cobrir o setor automotivo. Acreditem: quase 30 anos.  E tudo começou meio por acaso. A redação do jornal onde eu trabalhava recebia envelopes com releases e fotos que iam direto para o lixo. Na época era um simples repórter, mas acreditava que aquelas informações deveriam ser de interesse dos leitores.

De tanto pedir espaço para o editor, acabei autorizado a publicar esporadicamente os “ releases” , que por falta de espaço acabavam saindo em qualquer canto, onde coubessem. Tempos depois acabei ganhando uma página semanal, onde reunia o quer recebia sem muito compromisso de fugir do texto pronto enviado pelas assessorias. Até que em 1983 recebi um telefonema do  José Carlos Secco, assessor de imprensa da Ford,  convidando para ir ao lançamento do Ford Escort, no Rio de Janeiro.

Fiquei surpreso com o contato. Como a Ford me descobriu em Joinville? Mais tarde soube que os concessionários já faziam “clipagem”, mandavam recortes das páginas do jornal para a montadora. De cara, recusei o convite. Afinal, num jornal pequeno, quem pagaria a minha passagem, estadia, refeições? Mas o experiente Secco provavelmente percebeu que falava com um novato. “A gente paga a passagem, hotel, você vem, conhece o carro e,se quiser, escreve sobre ele, sem compromisso” – disse.  Encorajei-me e falei com o editor, que autorizou, com a recomendação de não trazer qualquer despesa.

No autódromo do Rio, uma experiência inesquecível:  a Ford contratou o jovem Ayrton Senna, que corria na Inglaterra,em categorias inferiores, para andar com a gente. Fomos para a pista, Senna no volante e três colega no carro. Sentei-me ao lado dele, que não só deu um show de pilotagem, andando em alta velocidade, como resolveu dar um susto nos passageiros, dando um cavalo de pau na pista do autódromo.  Pela primeira vez, dentro de um carro, senti medo. Aquela sensação irracional de pavor quando encaramos uma montanha russa.

A Ford tentou provar que o carro na pista não era “preparado”, mas o mesmo que seria vendido nas revendas.  Senna abusou pisando fundo, passando a poucos centímetros do guard-rail, subindo por cima das “zebras”. A velocidade foi tanta que, mesmo com o cinto, eu escorregava pelo banco por todos os lados,  uma sensação horrível. Hoje acho mesmo que foi uma grande irresponsabilidade da Ford permitir a ousadia do Senna, mesmo dentro do autódromo.  Mas os tempos eram outros e, ao final, todos os colegas curtiram as loucuras do nosso motorista.

Bem, esta foi a minha estreia no circuito automotivo, de onde jamais me afaste, mesmo ocupando a direção de veículos na mídia impressa.  Nestas quase três décadas, tive o privilegio de acompanhar de perto esta poderosa indústria, sua tecnologia e novidades. Pude dirigir carros em primeira mão, muito antes de chegar aos consumidores, visitar fábricas onde são produzidos verdadeiros ícones sobre rodas, conhecer designers, engenheiros e projetistas, além de cobrir os mais importantes salões de automóveis do mundo.  Um pouco destas histórias, dos bastidores do mundo do automóvel, suas novidades e lançamentos, serão os temas deste blog. Espero que vocês curtam e peguem carona comigo.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade