Guarani têm ofertas e marca assembleia sobre nova parceria

Dirigente do Guarani acredita em melhora do clube (Foto: Divulgação)
Dirigente do Guarani acredita em melhora do clube (Foto: Divulgação)

O futuro do Guarani pode entrar em ascensão no mercado. O Guarani está em semanas decisivas para a escolha da nova parceria, e o dia já está marcado: 13 de agosto. O Bugre tem duas propostas oficiais em mãos: uma da Magnum, que já toca o projeto imobiliário paralelamente, e outra do pool formado por Elenko Sports, Traffic e Grupo Rima.

Na data em que o clube comemora 40 anos do título brasileiro de 1978, haverá uma assembleia de sócios para escolher qual será o futuro parceiro. O presidente bugrino descartou o termo terceirização, usado no começo do processo, e garantiu que o Guarani tomará à frente das decisões.

– Houve uma evolução muito grande em ambas as propostas, a ponto de não se falar em terceirização, mas sim em gestão compartilhada, com o Guarani ativamente à frente do futebol. O Guarani tem relacionamento bom e forte a ponto de receber atletas da Elenko, da Traffic e ligados à Magnum. Isso só fortalece o nosso futebol porque aspiramos coisas grandes em 2018 – afirmou.

Palmeron Mendes Filho também se posicionou acerca da eleição da Federação Paulista de Futebol (FPF), que ainda não tem data para acontecer. O Guarani vai apoiar a reeleição de Reinaldo Carneiro Bastos, atual presidente e que terá como concorrente Marco Antônio Chedid, mandatário do Bragantino.

– O Guarani vem a público confirmar que, agora nas futuras eleições da Federação Paulista, que apoia a reeleição do doutor Reinaldo. Já inclusive assinou a carta de apoio ao Dr. Reinaldo. Neste momento, o Guarani é favorável à reeleição, pois estamos convictos de que o trabalho está sendo bem desenvolvido – completou.

Caso a assinatura se concretize, o elenco seja reforçado para o segundo turno da Série B. O Guarani vem de duas derrotas consecutivas na temporada e está na décima primeira posição, com 23 pontos somados.

Mais conteúdo sobre

Esporte